Polícia / Trânsito

Mãe de menino morto em acidente com moto pilotada por adolescente cobra justiça

A mãe do menino Vitor Gabriel, de 8 anos, morto no último dia 12 de março em um acidente entre duas motos, está indignada com a situação de descaso com o caso. A assistente social Daniela da Silva Moreira,  de 32 anos, disse que até agora as autoridades não fizeram nada para punir o adolescente de […]

Arquivo Publicado em 21/03/2014, às 11h17

None
1302055847.jpg

A mãe do menino Vitor Gabriel, de 8 anos, morto no último dia 12 de março em um acidente entre duas motos, está indignada com a situação de descaso com o caso. A assistente social Daniela da Silva Moreira,  de 32 anos, disse que até agora as autoridades não fizeram nada para punir o adolescente de 15 anos que pilotava uma das motos envolvidas na batida.

Segundo a mãe, o jovem precisa ser responsabilizado de alguma maneira porque não é justo que ele saia pelas ruas de Campo Grande e cometa mais crimes. A assistente social cobra mais rigidez das autoridades em casos como esse.

Para a mãe, o principal responsável são os pais que ‘não souberam educar e orientar o filho’. “Como podem dar uma moto para um menor pilotar? Eu quero que eles também sejam responsabilizados, porque se o adolescente estava pilotando a moto é porque um deles permitiu, onde está a responsabilidade deles?”, questiona.

Daniela está revoltada com o garoto, que está afirmando pelas redes sociais que não matou ninguém e pede mais severidade da polícia. “Como ele alega que não matou meu filho, que não é responsável, seu eu estava presente na hora do acidente”, reclama.

A mãe disse que procurou a Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude (Deaij) para cobrar uma providência deles e punir o adolescente. “Eu quero justiça, sei que isso não vai trazer a vida do meu filho de volta, mas pelo menos vai evitar que esse garoto tire a vida de outras pessoas como fez com meu filho”, afirma.

Daniela contou que na manhã desta quarta-feira (19) ela foi ao Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) para realizar o exame de corpo de delito que ainda ela não tinha feito. A mãe disse que o adolescente será chamado para depor e passará o caso para o promotor da Vara da Infância e da Juventude de Campo Grande, Sérgio Harfouche.

Ela afirma que já passou uma semana da morte do filho e até agora nenhuma providência foi tomada. Ela conta que soube por outras pessoas que o adolescente já se envolveu em outros acidentes. “Eu quero que seja tomada uma providência, quero que seja a última vez que ele tire a vida de alguém. Eu quero que ele enxergue que errou, que falhou e não faça mais isso com ninguém”, finaliza.

O acidente

Na última quarta-feira (12) um acidente envolvendo duas motos matou uma criança de 8 anos. O acidente aconteceu na esquina da Rua Piano com a Aticun, no bairro Guanandi II. Vitor Gabriel foi encaminhado para a Santa Casa com trauma no abdome, passou por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos.

Uma das motos era conduzida pela assistente social de 32 anos Daniela da Silva Moreira e seu filho de 8 anos e a outra era conduzida por um adolescente de 15 anos.

Jornal Midiamax