Polícia / Trânsito

Kubica critica “jogo duro” da mídia na cobertura do acidente de Schumacher

O polonês Robert Kubica, ex-piloto da Fórmula 1, criticou neste sábado algumas atitudes da imprensa na cobertura do acidente de Michael Schumacher, que sofreu um acidente de esqui na pista de Méribel, na França. Seu estado é estável, mas crítico, e o alemão corre risco de morte. Kubica lembrou de seu grave acidente de rali […]

Arquivo Publicado em 04/01/2014, às 20h55

None

O polonês Robert Kubica, ex-piloto da Fórmula 1, criticou neste sábado algumas atitudes da imprensa na cobertura do acidente de Michael Schumacher, que sofreu um acidente de esqui na pista de Méribel, na França. Seu estado é estável, mas crítico, e o alemão corre risco de morte.

Kubica lembrou de seu grave acidente de rali em 2011, que o tirou da F-1, e mostrou insatisfação com a maneira que a história foi tratada na mídia.

No acidente de Schumacher, um jornalista teria usado umdisfarce de padre para tentar entrar no quarto do alemão. Sua porta-voz e agente, Sabine Kehm, pediu à imprensa que respeite a privacidade e a família do piloto.

“Eu estive numa situação parecida e sei que a mídia pode fazer um jogo duro em um momento muito difícil para ele, sua família e amigos”, comentou Kubica.

“Quando tive meu acidente no rali, as pessoas especulavam sobre o porquê de eu estar fazendo aquilo, e que não deveria. Mas quando você gosta de uma atividade, é normal querer praticá-la”, opinou o polonês, citando o esqui como hobby de Schumacher. “É uma notícia ruim, e mostra que esse tipo de coisa acontece.”

Por fim, Kubica desejou melhoras a Schumacher, com quem competiu durante algum tempo na F-1. “Meus dedos estão cruzados para que ele se recupere e tudo fique bem.”

Jornal Midiamax