Polícia / Trânsito

Aquaplanagem causa acidente entre dois carros e mata três na BR-163

Acidente de trânsito entre C4 Pallas de placa NGP-5177 e um Corsa de placa JYT-3475 matou três pessoas na madrugada desta quarta-feira (8) em Campo Grande. A batida aconteceu na BR-163, km 462, na saída para São Paulo. Morreram no momento do impacto, Marcos Roberto Fontes Maia, 42 anos, Dalma Cordova Pereira 70 anos, e […]

Arquivo Publicado em 08/01/2014, às 11h41

None
747020352.jpg

Acidente de trânsito entre C4 Pallas de placa NGP-5177 e um Corsa de placa JYT-3475 matou três pessoas na madrugada desta quarta-feira (8) em Campo Grande. A batida aconteceu na BR-163, km 462, na saída para São Paulo.

Morreram no momento do impacto, Marcos Roberto Fontes Maia, 42 anos, Dalma Cordova Pereira 70 anos, e Maria de Lourdes da Silva Barros, 21 anos. A polícia suspeita de que o efeito de aquaplanagem tenha causado o acidente.

De acordo com o boletim de ocorrência, o Corsa seguia para Campo Grande e o C4 Pallas seguia sentido contrário quando aconteceu a batida. De acordo com os levantamentos primários da perícia o C4 Pallas invadiu a pista contrária e se chocou  com o outro carro.

O Corsa era conduzido por Nicanor Pereira Juinor, 36 anos, e onde estavam Dalma e Maria de Lourdes. Maria estava no banco do passageiro e ficou presa nas ferragens, e Dalma estava no banco de trás.

O C4 Pallas era dirigido por Adilson Rodrigues e onde estava Marcos Roberto. Os motoristas ficaram feridos e foram encaminhados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para a Santa Casa de Campo Grande. Todos os carros tinham placa da cidade de Cuiabá,Mato Grosso.

Aquaplanagem

A aquaplanagem acontece quando há uma fina camada de água entre a estrada e o pneu. Normalmente as altas velocidades contribuem para que a situação ocorra com maior frequência.

 A sensação ao aquaplanar é de ter o carro em linha reta, mesmo virando o volante, sem qualquer controle do condutor. O carro perde contato com o solo e impede a frenagem. Segundo a estimativa da meteorologista Cátia Braga, choveram 15 milímetros na noite de ontem em Campo Grande.

Jornal Midiamax