Polícia / Trânsito

Acidentes e morte na Capital marcam fim de semana que antecede Campanha do Trânsito

A poucos dias que antecedem a Campanha Nacional do Trânsito, realizada entre os dias 18 e 25 de setembro, foram registrados em Campo Grande, neste fim de semana, de acordo com a Polícia Civil, cerca de 15 acidentes, sendo um deles com morte. No caso mais grave, o idoso Antônio Bueno que foi atropelado pelo […]

Arquivo Publicado em 14/09/2014, às 20h53

None
770479561.jpg

A poucos dias que antecedem a Campanha Nacional do Trânsito, realizada entre os dias 18 e 25 de setembro, foram registrados em Campo Grande, neste fim de semana, de acordo com a Polícia Civil, cerca de 15 acidentes, sendo um deles com morte.

No caso mais grave, o idoso Antônio Bueno que foi atropelado pelo motorista de um Peugeot 208, branco, placas OOL-8713, de Campo Grande (MS), na manhã deste domingo (14) na Via Parque. Ele acabou morrendo depois na Santa Casa.

Antônio transitava, junto com sua esposa, em uma motocicleta, quando o condutor do Peugeot, que seguia pela Rua Naviraí, não respeitou a sinalização e colidiu com a moto. Em seguida, ele tentou fugir.

Já em um outro acidente, um pedreiro de 56 anos seguia com um Kadett na contramão da Avenida Guinter Hans, quando próximo ao cruzamento da Rua Aicás, bateu em um Santana parado e atingiu uma motocicleta Honda prata.

A condutora da moto teve diversos ferimentos, foi socorrida e encaminhada para o Prontomed. O motorista, identificado apenas como ‘Edivaldo’, fez o teste de etilômetro e ficou comprovada a embriaguez.

Em alusão à violência no trânsito, a Agetran (Agência Municipal de Trânsito) vai promover inúmeras atividades educativas e sociais na Capital cujo objetivo é motivar a mudança de comportamento.

A Agetran, além de trabalhar o tema central “Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito. Cidade para as pessoas: Proteção e Prioridade ao Pedestre”, vai ampliar a temática e insere os motociclistas, que estão no grupo de risco com um grande número de vítimas fatais em Campo Grande. Neste ano, de janeiro a agosto foram registrados 40 óbitos de motociclistas no trânsito da capital, no mesmo período do ano passado foram 50 mortes.

Jornal Midiamax