Polícia / Trânsito

Acidente no interior de SP matou servidora pública e filha adolescente de MS

Batida envolvendo três veículos na rodovia Péricles Belini, na manhã de terça-feira (7), próximo a Votuporanga (SP) matou a servidora pública  da Prefeitura de Campo Grande,  Mirtes Aparecida Pompilho e sua filha adolescente Júlia Pompilho. A prefeitura da Capital divulgou uma nota de pesar pela morte da servidora. Ela trabalhava como Técnica Educacional na Escola Municipal Antô...

Arquivo Publicado em 08/01/2014, às 21h35

None
1345585651.JPG

Batida envolvendo três veículos na rodovia Péricles Belini, na manhã de terça-feira (7), próximo a Votuporanga (SP) matou a servidora pública  da Prefeitura de Campo Grande,  Mirtes Aparecida Pompilho e sua filha adolescente Júlia Pompilho. A prefeitura da Capital divulgou uma nota de pesar pela morte da servidora. Ela trabalhava como Técnica Educacional na Escola Municipal Antônio José Paniago.

Os corpos, de mãe e filha, foram sepultados nesta quarta-feira no município de Mirandópolis (SP), onde residem os pais de Mirtes.

Acidente –Além da servidora e da filha, um empresário que estava em outro carro envolvido no acidente também morreu. Segundo o jornal A Cidade Votuporanga, por motivos ainda não esclarecidos, o veículo Prisma, conduzido por Mirtes teria saído rapidamente da pista e ao retornar, bateu frontalmente em um veículo Sandero.

Com o impacto o Prisma rodou e foi atingido lateralmente por um veículo Gol. O condutor do Monza ainda tentou desviar dos automóveis na pista, mas não houve tempo hábil para desviar e acabou atingindo o Sandero. O condutor do Gol, Carlos Roberto dos Santos, 57 anos, também morreu no local.

Jornal Midiamax