Polícia / Trânsito

Rigor da Lei Seca reduz em 10% acidentes no Carnaval em Campo Grande, aponta balanço da PM

O endurecimento da lei seca surtiu efeito no trânsito de Campo Grande e do interior do Estado. Segundo balanço da PM/MS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), divulgado em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (13), o número de acidentes caiu de 129 em 2012 para 116 neste ano em Campo Grande, uma redução de […]

Arquivo Publicado em 13/02/2013, às 18h26

None
1907450381.jpg
O endurecimento da lei seca surtiu efeito no trânsito de Campo Grande e do interior do Estado. Segundo balanço da PM/MS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), divulgado em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (13), o número de acidentes caiu de 129 em 2012 para 116 neste ano em Campo Grande, uma redução de 10%.
“Nós lamentamos as duas mortes que ocorreram, e também esperamos que os responsáveis respondam na Justiça”, afirmou o coronel Carlos Alberto David dos Santos, comandante geral da PM.

Para a PM, o número menor de acidentes resultou do trabalho de conscientização e educação promovido antes do carnaval, distribuindo materiais explicativos sobre a nova lei seca, mais rigorosa.

Ao todo, foram abordados 4.550 veículos, sendo que 68 deles foram encaminhados ao pátio do Detran/MS. A PM emitiu ao todo 289 autos de infração para condutores. Somente em Campo Grande foram empregados 18 bafômetros.
“Policiais à paisana estiveram na avenida Afonso Pena, em frente ao Bar Miça, Valley Pub, Círculo Militar, além do clube Santa Fé, na avenida Brilhante, bairro Pioneira e locais adjacentes, como a Praça do Papa, avenida Fernando Côrrea da Costa e Esplanada Ferroviária”, explica o tenente-coronel Alírio Villasanti.
Com maior rigor na fiscalização de trânsito 14 pessoas em Campo Grande foram autuadas por dirigir sobre efeito de álcool e dessas nove foram conduzidas à Delegacia pelo resultado do teste de alcoolemia ter configurado crime de trânsito. Na Capital, durante os cinco dias de carnaval, foram abordados em blitz da Ciptran (Companhia Independente de Polícia Militar de Trânsito) 4.550 veículos e nas rodovias estaduais o 14º Batalhão abordou 5.299.
De acordo com Villasanti, comandante da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), foi realizado um trabalho diferenciado na Capital, que deve continuar a pedido do comandante da PM.
No interior do estado, o resultado foi ainda mais positivo, com apenas 58 acidentes registrados neste Carnaval, número 45,28% menor que em 2012.
Número de roubos aumenta

Enquanto diminui o número de acidentes, a quantidade de roubos aumenta no estado. De acordo com o balanço da PM, foram 42 registros este ano, contra 36 em 2012, um aumento de 16,6%. Já o número de homicídios caiu pela metade (2 para 1), e o de estupros permaneceu o mesmo (1).
Porém, o comando da PM entende que o Carnaval 2013 foi de tranqüilidade para os foliões, tanto em Campo Grande, como em outras cidades do interior.
Jornal Midiamax