Polícia / Trânsito

Polícia volta ao local do acidente para tentar descobrir causa da queda de avião

O delegado Martins voltou ao local da queda acompanhado de equipes da Cenipa, Anac e Infraero

Arquivo Publicado em 26/08/2012, às 15h20

None
1668663880.jpg

O delegado Martins voltou ao local da queda acompanhado de equipes da Cenipa, Anac e Infraero

O delgado da Polícia Civil, Nilson Fonseca Martins, voltou ao local da queda do avião, na área rural da cidade de Água Clara, para recolher pistas dos destroços e tentar descobrir quais foram as causas do acidente que vitimou o pecuarista Orestes Prata Tibery e esposa no dia 25 de agosto.


De acordo com policiais de plantão, o delegado está acompanhado de equipes do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), Anac (Agência Nacional d e Aviação Civil) e Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária). Eles se dirigiram ao local da queda por volta das 10h30 deste domingo (26).


O pecuarista, a esposa Ellen Martins Prata Tibery , e o piloto Teodoro Janjan morreram. O avião seguia da Fazenda Serena, de um amigo de Orestes Prata, para a fazenda São João de sua propriedade, quando aconteceu o acidente. O local é de difícil acesso e fica a cerca de 70 km de Água Clara.


Segundo informação da polícia civil, após recolher as provas, a perícia deve encaminhar o material para Brasília, onde em cerca de 30 dias será emitido laudo com as causas do acidente.

Jornal Midiamax