Polícia / Trânsito

Motociclista para embaixo de carro após acidente na rua Cafezais

Acidente envolvendo uma moto Suzuki e um carro na rua Cafezais em frente ao condomínio residencial Patrícia Galvão, deixou o condutor da motocicleta e carona levemente feridos, sendo encaminhados para Santa Casa e UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário. Os dois veículos seguiam no sentido bairro/centro, quando José Gregório Fernandes, 58 anos, que conduzia o […]

Arquivo Publicado em 18/04/2012, às 11h25

None

Acidente envolvendo uma moto Suzuki e um carro na rua Cafezais em frente ao condomínio residencial Patrícia Galvão, deixou o condutor da motocicleta e carona levemente feridos, sendo encaminhados para Santa Casa e UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário.


Os dois veículos seguiam no sentido bairro/centro, quando José Gregório Fernandes, 58 anos, que conduzia o Siena, reduziu a velocidade e sinalizou para entrar no residencial. Neste momento, a motocicleta que estava atrás acabou colidindo com a lateral esquerda do carro.


O pedreiro Juvenildo do Carmo Oliveira, 47 anos, pilotava a moto e na garupa estava Cristian Rodrigues Marques, 18 anos. Oliveira, com a colisão, acabou caindo e parando embaixo do veículo.


Segundo os Bombeiros, apesar de ter sido levado desorientado para Santa Casa, Oliveira não havia suspeita de fratura. Já a vítima que estava na garupa foi encaminhado orientado para a UPA.


Visibilidade


O motorista do carro relatou que parou o carro e deu a sinalização para entrar. Para ele, como o sol estava contra, pode ter atrapalhado a visibilidade do motociclista, ocasionando o acidente.


O Corpo de Bombeiros ressaltou que ocorrem muitos acidentes na rua Cafezais, sendo a maioria por imprudência do motorista e alta velocidade.


Sinalização


A rua Cafezais é uma via extensa e na região onde ocorreu o acidente não possui redutores de velocidade.


Antônio Imar Alves dos Santos, 48 anos, morador do condomínio, enfocou que graças a Deus não morreu ninguém no local, mas seria necessário ter sinalização para facilitar o acesso ao condomínio e reduzir os acidentes na região.


No entanto, a principal reclamação dos moradores é a imprudência dos moradores.

Jornal Midiamax