Polícia / Trânsito

Acidentes tumultuam trechos em Campo Grande nesta sexta-feira

A imprudência é apontada pela Ciptran como maior causadora de acidentes na Capital

Arquivo Publicado em 20/04/2012, às 11h38

None

A imprudência é apontada pela Ciptran como maior causadora de acidentes na Capital

Entre às 8h e 8h30 desta manhã, horário de pico, dois acidentes deixaram a rua Trindade bastante tumultuada. O mais grave dos acidentes ocorreu entre uma Ford Ranger, placa HSX 8800, de Campo Grande, e um Renault Clio, placa HSY 1587, no cruzamento da rua Trindade com a avenida Fábio Zahran (Via Morena).


O mecânico Reginaldo Coelho Cruz, 34 anos, que conduzia a Ranger confessou que fez uma conversão proibida e por isso ocorreu o acidente. No carro, estava a esposa, de 20 anos, grávida de três meses. Nenhum dos dois se feriu.


O outro veículo, o Renault Clio, estava sendo conduzido pelo técnico de informática, Diogo Alexandre Arantes, 20 anos. Ele estava com a mãe, Sandra Arantes, funcionaria pública, 54 anos. Ela foi levada consciente e com escoriações leves para o Prontomed da Santa Casa.


Segundo informações do mecânico, ele vinha no sentido oeste-leste, na Fábio Zahran, quando fez uma conversão proibida à esquerda e o Renault Clio, que vinha no sentido oposto, pegou a lateral direita da caminhonete.


O trânsito ficou muito tumultuado no local e a via, por onde vinha a caminhonete, foi fechada pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).


O mecânico que confirmou estar errado, disse que iria passar reto, mas precisou virar e fez a conversão, apesar de proibida. A poucos metros do local, outro acidente envolveu um Corolla, placa HSA 3880, e um Pálio, placa HSS 1636. Nenhum dos motoristas quis se identificar para a reportagem.


Entretanto, contaram que o Corolla vinha pela rua Trindade, na faixa da esquerda, quando um caminhão que estava na faixa do meio, falou para o motorista do Pálio, que vinha pela rua Hélio de Castro Maia, que ele poderia atravessar a rua Rui Barbosa (cotinuação da Trindade). Contudo, o Corolla acabou atingindo o Pálio. Os dois carros foram parar rente ao meio fio.


O trânsito na região ficou ainda mais tumultuado.


Capotamento

O motorista Jaime Douglas Bentammi,24, perdeu o controle de um carro Chevrolet Montana (NRI-0008) e capotou enquanto subia em uma das alças do viaduto Engenheiro Paulo Avelino, na região do bairro Maria Aparecida Pedrossian.

Ele foi levado consciente e orientado ao Prontomed da Santa Casa, de acordo com a Ciptran (Companhia Independente de Polícia Militar de Trânsito). Segundo a PM, a alta velocidade pode ser o motivo do acidente por conta da extensão da frenagem.

Jornal Midiamax