Polícia / Trânsito

Rapaz confessa envolvimento em acidente e será indiciado por homicídio culposo

Na ocasião, Valdecir Messias Rodrigues Machado, 55 anos, e Cacilda da Cunha Rodrigues Machado, de 53, que estavam em um Ford Fiesta, morreram carbonizados após colidirem frontalmente contra uma carreta.

Arquivo Publicado em 27/09/2011, às 20h10

None
1489226691.jpg

Na ocasião, Valdecir Messias Rodrigues Machado, 55 anos, e Cacilda da Cunha Rodrigues Machado, de 53, que estavam em um Ford Fiesta, morreram carbonizados após colidirem frontalmente contra uma carreta.

Peterson Martins Xavier, de 21 anos, confessou nesta terça-feira (27) que se envolveu no acidente que vitimou um casal no último dia 17 na BR-163, próximo a Jaraguari. Na ocasião, Valdecir Messias Rodrigues Machado, 55 anos, e Cacilda da Cunha Rodrigues Machado, de 53, que estavam em um Ford Fiesta, morreram carbonizados após colidirem frontalmente contra uma carreta.


Segundo a Polícia Civil, Peterson será indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Ele foi ouvido por cerca de duas horas pelo delegado titular da 1ª Delegacia de Polícia, Antenor Batista da Silva Junior.


O carro em que o casal estava bateu de frente em uma carreta que vinha em sentido contrário. Os ocupantes do veículo morreram carbonizados, e o motorista da carreta conseguiu se salvar.


Depois das investigações, a Polícia Civil conseguiu chegar até o rapaz. De acordo com a polícia, testemunhas revelaram que a caminhonete passou pelo posto de gasolina momentos antes do acidente e estava intacta.


Ainda conforme a polícia, o Fiesta seguia pela rodovia entre a carreta, que estava em sua frente, e a S-10, conduzida pelo jovem logo atrás.


Em dado momento, Valdecir tentou ultrapassar a carreta, porém, viu que vinha outro caminhão em sentido oposto. Ele abortou a manobra, mas não conseguiu voltar para sua pista pois Peterson não permitiu. Em seguida aconteceu o choque.


Logo depois a caminhonete foi vista batida na dianteira. O Fiesta estava com a traseira amassada, motivo que levou a polícia suspeitar que houvesse um terceiro veículo que poderia ter ocasionado o acidente. Não tendo como negar o fato o motorista decidiu se entregar hoje à polícia.


Valdecir era funcionário do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) há mais de 30 anos. As duas vítimas fatais seguiam para Rondonópolis (MT), onde visitariam os pais de Cacilda.


Saiba mais em notícias relacionadas, logo abaixo.

Jornal Midiamax