Polícia / Trânsito

Falta de sinalização causa acidente em bairro nobre da Capital; condutora ficou ferida

Um acidente por volta das 17 horas desta sexta-feira, provocado pela falta de sinalização, deixou ferida a condutora Fernanda Filartiga Chaves, de 31 anos, na esquina das ruas Pernambuco e Espírito Santo, na Vila Célia. Ela conduzia o Fiat/Pálio, placas HSE-4188, pela rua Pernambuco no sentido bairro-centro. Quando chegou na Espírito Santo, foi atingida na […]

Arquivo Publicado em 25/02/2011, às 21h38

None
1738909840.jpg

Um acidente por volta das 17 horas desta sexta-feira, provocado pela falta de sinalização, deixou ferida a condutora Fernanda Filartiga Chaves, de 31 anos, na esquina das ruas Pernambuco e Espírito Santo, na Vila Célia.


Ela conduzia o Fiat/Pálio, placas HSE-4188, pela rua Pernambuco no sentido bairro-centro. Quando chegou na Espírito Santo, foi atingida na lateral pelo VW/Golf, placas NRF-9218, conduzido por Eduardo Juliace de Araújo, de 34 anos, que também trafegava no sentido bairro-centro. Com o impacto, o veículo de Fernanda rodou e foi parar no meio fio. Ela foi levada para a Santa Casa com ferimentos leves na perna e no braço direito.


A rua Espírito Santo, no sentido em que Eduardo trafegava, está sem sinalização de parada, tanto vertical quanto horizontal. Populares que presenciaram o acidente disseram que a placa foi retirada há menos de uma semana por “maloqueiros”,


“Um homem já até tirou foto e pediu para a Agetran colocar outra placa no lugar”, disse uma moradora do local. “Toda semana tem dois ou três acidentes aí. Esses dias um motoqueiro caiu e bateu com a cabeça no poste”, lembra.


Os documentos de ambos condutores estavam em dia. O carro conduzido por Eduardo era emprestado de um amigo, que o comprou há três meses.


“Se não há sinalização no local, o motorista tem que se atentar às regras de trânsito. Nesses casos, a preferência é de quem vem pela direita, mas ambos os motoristas devem reduzir a velocidade para que essas coisas não aconteçam”, alertou um dos bombeiros que atenderam à ocorrência.

Jornal Midiamax