Amigos e familiares estão prestando homenagens e se despedindo de Taís Ferreira Guimarães, de 31 anos, que morreu ao bater o carro que conduzia em um poste após briga com o marido, de 50 anos, em Campo Grande, na madrugada desta segunda-feira (24). 

Antes do acidente, Taís havia sido agredida pelo marido em uma conveniência. Ela estava casada com o homem há oito meses.

Taís morava na Capital desde agosto de 2023 e era acadêmica de Farmácia desde 2021, segundo publicações em sua rede social. Entre as publicações e comentários nas redes, amigos e familiares demonstram estarem desacreditados e muito abalados pela morte repentina de Taís, onde expressam seus sentimentos de conforto.

Uma farmácia de Costa Rica, a 384 quilômetros de Campo Grande, publicou uma nota comunicando o falecimento da mulher e lamentou a partida precoce de Taís, que trabalhou por mais de 10 anos no estabelecimento. 

“Com imenso pesar, lamentamos profundamente o falecimento de Tais Ferreira Guimarães que trabalhou na nossa empresa por mais de 10 anos. Taís foi uma profissional exemplar, sempre dedicada, comprometida e apaixonada pelo seu trabalho. Em agosto de 2023, mudou-se para Campo Grande, tinha 2 filhos. Descanse em paz, Taís, sua luz continuará a brilhar em nossos corações”, diz a nota. 

Uma ex-colega de trabalho de Taís expressou seus sentimentos pela morte da mulher. “Meu Deus que tristeza. Eu tive o prazer de conhecer e trabalhar com ela. Sinto por sua partida. Que Deus possa confortar os corações dos amigos e seus familiares”, escreveu.

Um primo de Taís também comentou: “Vai em paz prima”.

‘Vamos Taís, acorda’: Moradores ouviram gritos de socorro

Moradores da região do bairro Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande, ouviram gritos de socorro depois que Taís bateu em um poste na madrugada desta segunda-feira (24), e morreu em Campo Grande.

Uma moradora de 24 anos contou ao Jornal Midiamax que escutou gritos de socorro de outra mulher do lado de fora do veículo. Ainda de acordo com a testemunha, tinha um homem que gritava “vamos Taís, acorda”.

O Corpo de Bombeiros e o Samu foram acionados e fizeram a tentativa de reanimação, mas logo após o socorro Taís morreu.

A delegada Joilce Ramos disse que foram acionados inicialmente para o acidente e ao conversarem com testemunhas foram informados que o casal estava em uma conveniência momentos antes. Já na conveniência, uma amiga de Taís contou os fatos.

Ela disse à delegada que a vítima estava com o marido no local e passaram a brigar por ciúmes, sendo que o homem deu um tapa no rosto de Taís. Em seguida, ela foi em direção ao carro e o autor foi atrás. O marido ainda tentou enforcá-la.

Mas, Taís conseguiu fugir em alta velocidade quando perdeu o controle e bateu o carro em um poste de iluminação. O autor foi preso por violência doméstica, mas liberado. O caso de agressão será encaminhado para a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) e o marido deverá ser intimado para prestar esclarecimentos.

(Nathalia Alcântara, Jornal Midiamax)