Um homem de 26 anos, que já cumpre pena no regime semiaberto, foi preso em flagrante pela Polícia Civil por apropriação indébita de um aparelho celular na última segunda-feira (17), em Aquidauana, a 135 quilômetros de Campo Grande. Ele usou o aparelho para pagar uma dívida de droga para uma traficante de 29 anos que também foi presa na ocasião.

De acordo com informações obtidas pelo Jornal Midiamax, o homem ofereceu ajuda ao vizinho para acrescentar aplicativos em seu aparelho celular comprado há dois dias, porém desapareceu com o celular da vítima, que de imediato registrou um boletim de ocorrência. Informado que a Polícia Civil havia sido informada sobre o fato, o acusado debochou da vítima, dizendo “pode ir lá, já estou no semiaberto mesmo”.

Os investigadores foram até o Estabelecimento Penal de Regime Semiaberto de Aquidauana, e, ao localizar o suspeito, questionaram sobre o destino do aparelho do vizinho. Ele disse que entregou em uma boca de fumo pelo valor de R$ 120 reais para quitar uma dívida de drogas.

Os policiais então se deslocaram até o local informado pelo usuário, onde reside uma traficante já conhecida da polícia. A mulher estava na frente da residência com sua filha, no bairro Chapecoense, e, questionada, negou ter pego o aparelho como pagamento, dizendo que estava apenas carregando para o acusado. Durante revista na mochila com pertences da criança, além do celular subtraído, foi encontrado um pote de manteiga com uma considerável porção de maconha.

Além de receptação, a mulher, que já é reincidente, irá responder por tráfico de drogas. Já o outro suspeito irá responder por apropriação indébita. A filha da traficante ficou aos cuidados de sua bisavó.