Caminhonete Nissan roubada de Ederson Salinas Benítez, o ‘Ryguasu’, executado com 34 no estacionamento de um supermercado de Assunção, capital do Paraguai, foi localizada por integrantes do Ministério Publico do país vizinho, nesta terça-feira (28), no distrito de Mariano Roque Alonso, próximo a capital paraguaia.

Duas pessoas foram presas. Ederson, assassinado no último sábado (25), é apontado por envolvimento na morte do jornalista brasileiro Léo Veras, que foi assassinado em Pedro Juan Caballero.

‘Ryguasu’ também era apontado como um dos substitutos do Sérgio de Arruda Quintiliano Neto, o ‘Minotauro’, no comando do (Primeiro Comando da Capital) na fronteira entre e Ponta Porã.

Testemunhas afirmaram que os atiradores desceram de um veículo branco, abordaram Ederson, que esperava a esposa, e atiraram nele. Antes de ser executado no estacionamento do supermercado, ‘Ryguasu’ já tinha sofrido dois atentados.

A esposa de Ederson, que escapou do atentado, pediu medida protetiva da polícia paraguaia.

Saiba Mais