Um é preso e armas são apreendidas durante operação do Gaeco contra PCC

Mandados são cumpridos em vários pontos da cidade
| 18/04/2022
- 07:39
Um é preso e armas são apreendidas durante operação do Gaeco contra PCC
(Foto: Henrique Arakaki/Jornal Midiamax)

Um alvo já foi preso e levado para a delegacia na manhã desta segunda-feira (18), em mais uma operação deflagrada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), contra a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). A última operação feita ocorreu no dia 25 de março, contra o núcleo ‘Sintonia do Gravatas’.

Informações obtidas pelo Jornal Midiamax são de que um dos alvos da operação já foi preso e armas já foram apreendidas. O número de mandados ainda não foi divulgado. Vinte equipes, sendo sete do Bope (Batalhão de Operações Especiais) e 13 do Batalhão de Choque, estão em diversos pontos de Campo Grande cumprindo mandados. 

A última operação foi deflagrada no dia 25 de março, com  alvos nos advogados do PCC, que integravam o grupo ‘Sintonia dos Gravatas’. Quatro advogados acabaram presos, além de servidores públicos. 

Operação do Gaeco: Courrier

Ao menos 15 advogados foram identificados durante as investigações do sobre o núcleo ‘Sintonia dos Gravatas’, do PCC. Parte destes, com mandados de e busca e apreensão, foram alvos da Operação Courrier. Conforme o relatório do Gaeco, os advogados são suspeitos de integrarem a facção criminosa, repassando recados entre os membros que estão presos.

Entre eles, um advogado seria do estado de São Paulo e atua na defesa de Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, apontado como liderança da facção. Entre os investigados também estão dois servidores da Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul, um deles preso na operação e outro exonerado do cargo, além de dois policiais penais, um também preso.

Já entre os integrantes da facção que estão presos, foram apontados 5 como lideranças do PCC, que mantinham contato direto com os advogados investigados. A operação cumpriu 38 mandados, entre os de busca e apreensão e os de prisão.

Veja também

Vítima estava com outra pessoa no Terra Roxa, que morreu na hora

Últimas notícias