Servidor do Ministério da Agricultura é preso pela PF por desvio de mercadorias

Um funcionário terceirizado também foi preso em ação da Polícia Federal
| 01/02/2022
- 15:35
Servidor do Ministério da Agricultura é preso pela PF por desvio de mercadorias
(Divulgação)

Um servidor do Mapa (, Pecuária e Abastecimento) acabou preso, nessa segunda-feira (31), em uma ação da Polícia Federal em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, após a descoberta de desvios de mercadorias.

Um funcionário terceirizado também acabou preso pela PF. Foi descoberta a movimentação suspeita no depósito de mercadorias do Mapa,  na fronteira com a Bolívia, e após a descoberta policiais federais e auditores da realizaram acompanhamento dos veículos que teriam sido carregados com cerca de 703 quilos de “chunho” e outros alimentos apreendidos.

Os policiais identificaram uma casa no centro de Corumbá e um sítio na zona rural para onde os alimentos apreendidos eram levados e descarregados. Após descarregar o material, os policiais e os fiscais abordaram os servidores, que foram presos em flagrante. 

Os presos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal de Corumbá e serão investigados pela prática do crime de peculato, previsto no artigo 312 do CPB, cuja pena varia de 2 a 12 anos de reclusão. 

Veja também

Estabelecimento fica em Sidrolândia e ainda foi destruído durante a madrugada

Últimas notícias