Professor é preso com rifle e polícia evita abate de animais silvestres

O infrator foi abordado na BR 262, na zona rural do município de Anastácio
| 13/02/2022
- 22:53
Professor é preso com rifle e polícia evita abate de animais silvestres

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de e de Campo Grande prendeu um professor com rifle e materiais de caça quando ele se deslocava para a caçada e evita o abate de animais silvestres em Anastácio, cidade a 137 quilômetros de Campo Grande

De acordo com a polícia, após levantamentos realizados pelo Setor de Inteligência do Batalhão de Polícia Militar Ambiental, sobre um homem que praticaria caça ilegal na região pantaneira, Policiais Militares Ambientais de Aquidauana e Campo Grande montaram uma operação com as informações e prenderam ontem (11) à noite, um professor de 42 anos, por porte ilegal de arma, com vários petrechos de caça, quando se deslocava para uma caçada ilegal no Pantanal.

O infrator foi abordado na BR 262, na zona rural do município de Anastácio, em veículo Fiat Uno, onde foram encontrados um rifle calibre 22 e mais 24 munições intactas do mesmo calibre; quatro facas; uma chaira; uma pedra esmeril para afiar facas, um gancho do tipo açougueiro e uma luva de metal que normalmente são utilizados para desossa de animais e duas redes de dormir. A arma e as munições não possuíam documentação e foram apreendidas, juntamente com todo o material que seria utilizado na caçada.

O infrator, residente em Anastácio, recebeu voz de prisão e foi conduzido, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Anastácio, onde ele foi autuado em flagrante por crime de posse ilegal de arma. A pena para este crime é de um a três anos de prisão.

Veja também

Últimas notícias