Policial militar é condenado por fuga de preso que escoltava na Santa Casa de Campo Grande

O colega estava em horário de descanso
| 01/07/2022
- 14:33
Santa Casa de Campo Grande
Imagem ilustrativa - Arquivo - (Foto: Arquivo/Midiamax)

Foi condenado a cumprir dois meses de detenção o policial militar que chegou a ser preso em flagrante, em 8 de dezembro de 2021, pela fuga do Jeferson Alves Lima. A fuga aconteceu durante a madrugada, na .

O PM foi condenado por fuga de preso em modalidade culposa e, por maioria, absolvido por dormir em serviço. Ele foi denunciado junto ao colega, que foi absolvido dos dois crimes e estaria no horário de descanso, dormindo no estacionamento do hospital.

Conforme a sentença, o militar cumprirá dois meses de detenção, em regime semiaberto, podendo apelar em liberdade.

Fuga de preso da Santa Casa

A fuga aconteceu por volta das 3h30, segundo os policiais, após o preso pedir para ir ao banheiro. No entanto, há informação de que os militares perceberam a fuga após um policial penal chegar ao hospital, para troca da escolta.

Os PMs ficariam responsáveis por outro preso, enquanto o policial penal escoltaria Jeferson. Após constatarem a fuga, os militares ainda teriam feito buscas pela região, com carro particular, mas Jeferson não foi encontrado.

A filha que acompanhava outro paciente, internado no mesmo quarto, registrou boletim de ocorrência ao perceber que o celular do pai tinha sido furtado pelo preso antes da fuga.

Veja também

Vítima estava dentro de um Pálio e foi levada para o hospital de Ponta Porã

Últimas notícias