Polícia tenta identificar alunos que agrediram idoso e se houve abuso de adolescente em Campo Grande

Eles disseram que o homem teria abusado de uma adolescente; veja o vídeo
| 05/08/2022
- 15:50
Polícia tenta identificar alunos que agrediram idoso e se houve abuso de adolescente em Campo Grande
Alunos foram filmados agredindo o idoso - Reprodução/Vídeo

Caso de agressão por alunos contra um idoso na saída de colégio estadual em Campo Grande é investigado pela Deaij ( Especializada de Atendimento à Infância e Juventude). O vídeo foi divulgado nas nesta quinta-feira (4), e o relato é de que o homem teria abusado de uma adolescente.

Conforme a delegada Daniela Kades, titular da Deaij, o idoso não registrou boletim de ocorrência contra os adolescentes. No entanto, a delegacia especializada apura os fatos, para identificar os jovens infratores, que podem responder pelo ato infracional equiparado ao crime de lesão corporal.

Além disso, se confirmada denúncia de que o idoso abusou de uma adolescente, o caso também será encaminhado para a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).

Alunos foram filmados

O vídeo mostra dois alunos da REE (Rede Estadual de Ensino) de Mato Grosso do Sul agredindo um idoso que estava sentado em uma cadeira, em um bairro de Campo Grande. No áudio do vídeo, os alunos acusam o homem de ter abusado de uma adolescente, o que teria motivado a agressão.

Durante a agressão, uma mulher diz: “Para, para”. E um dos estudantes responde. “Ele estava ‘jacando’ a sua filha aí oh, deixando a guria passar a mão no p* dele. Qual que é?”, disse o jovem.

Confira a nota da Rede Estadual de Ensino

"No momento, não temos informações a respeito dos estudantes. Para coibir e conscientizar os estudantes da REE (Rede Estadual de Ensino), a fim de evitar situações como essa observada, a SED (Secretaria de Estado de Educação) trabalha com diversas orientações para as unidades escolares, comunidade e pais/responsáveis, para que todos estejam cientes da importância de promover o diálogo com os adolescentes, com vistas para os cuidados necessários sobre os aspectos socioemocionais.

Para apoiar esse trabalho, contamos com a atuação da Coped (Coordenadoria de Psicologia Educacional) que, por meio de documentos e publicações disponíveis no site da SED, orientam as equipes escolares da REE para detecção de situações de vulnerabilidade e, ainda, acerca dos procedimentos em casos que envolvam conflitos, entre outros tópicos na rotina escolar.

Por fim, vale ressaltar que a escola, nesses casos, atua como um ponto de contato com as famílias para o relato de situações de vulnerabilidade. Por esse motivo é importante sempre reforçar o contato dos pais e responsáveis com os gestores escolares."

Veja também

Um homem foi preso por furtar fios de uma residência que funciona como depósito por...

Últimas notícias