Polícia recolheu nove cápsulas de pistola 9 mm de academia em MS onde três ficaram feridos

| 06/07/2022
- 17:59
Polícia recolheu nove cápsulas de pistola 9 mm de academia em MS onde três ficaram feridos
(Foto: Reprodução Antônio João News)

A Polícia Civil recolheu nove cápsulas de pistola 9 mm da academia, em Antônio João, a 402 quilômetros de Campo Grande, onde três pessoas ficaram feridas, na noite desta terça-feira (5). O criminoso pode ter agido por motivação passional.

Academia - Polícia recolheu nove cápsulas de pistola 9 mm de academia em MS onde três ficaram feridos
(Foto: reprodução/ Antônio João News)

O delegado responsável pelo caso, Alcides Braun, que apontou que nenhuma das vítimas tem ligação com organização criminosa e nem com tráfico de drogas na região da fronteira.

As vítimas ainda não foram ouvidas e diligências estão sendo feitas na tentativa de identificar o autor dos disparos. "Nenhuma das vítimas tem algum envolvimento com crimes tradicionais ou acerto de contas na fronteira, então, tudo indica que seja uma desavença, algo particular, ou seja, passional", relata Braun.

"Vamos atrás de imagens de câmeras na região para identificar o veículo utilizado no crime e assim descobrir quem seria o autor dos disparos", afirma o delegado ao Jornal Midiamax.

Alta médica

O rapaz de 26 anos, que ficou ferido no atentado na noite da última terça-feira (5), em uma academia, na cidade de Antônio João, a 402 quilômetros de Campo Grande, recebeu alta médica, do Hospital Regional de Ponta Porã, após ser atingido por um disparo de arma de fogo, que atingiu o braço transfixando para o tórax. Outras duas mulheres foram atingidas, uma delas foi transferida para o em Dourados.

Uma das mulheres feridas, ficou com um a bala alojada na cabeça. A outra vítima foi atingida por estilhaços na testa, foi levada para Ponta Porã, informa Braun.

Atentado

O atirador chegou a academia, que fica na região central da cidade, por volta das 19h30 e foi em direção à porta. Ele fez os disparos de uma pistola 9 mm contra os alunos que estavam no local. O atirador estava atrás do rapaz de 26 anos que ficou ferido, o que indica que ele seria o alvo.

Autor fugiu do local após cometer o crime. Segundo relatos de testemunhas, ele seria alto, magro, vestindo camisa jeans de manga longa e calça jeans. A polícia faz buscas para encontrar o homem.

O Jornal Midiamax entrou em contato com o Hospital da Vida para saber sobre o estado de de uma das vítimas, mas não teve resposta até o fechamento dessa matéria.

Veja também

A PMA (Polícia Militar Ambiental) deflagrou a Operação Bocaiúva contra o tráfico de animais em...

Últimas notícias