Polícia realiza fiscalização em embarcações em operação 'Pré-Semana Santa'

| 10/04/2022
- 21:53
Polícia realiza fiscalização em embarcações em operação 'Pré-Semana Santa'
Os infratores que armaram os petrechos ilegais não foram localizados e nem identificados (Foto: Divulgação/PMA)

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de , Miranda e do Grupamento de Águas do Miranda fiscalizaram 87 embarcações e 149 pescadores, orientam turistas e apreendem petrechos ilegais de .

De acordo com a polícia, devido a percepção de grande quantidade de pescadores em razão da Pré-semana Santa, a Polícia Militar está reforçando a fiscalização nos rios do Estado em prevenção à pesca predatória, em virtude da proximidade da Semana Santa em que alguns pescadores normalmente praticam pesca em dias anteriores para consumir o pescado no período, que é tradicional o consumo de peixes. Desde sexta-feira (8), só os Policiais de Corumbá Miranda e do Grupamento de Águas do Miranda já fiscalizaram 21 pesqueiros, 87 embarcações com 149 pessoas desenvolvendo pesca e apreenderam diversos petrechos ilegais à pesca.

Corumbá

No rio Paraguai, os Policiais Militares Ambientais de Corumbá fiscalizaram até o momento, quatro pesqueiros, dois acampamentos, 16 embarcações com 31 pescadores e todos pescavam legalmente. Durante a fiscalização as equipes retiraram do rio uma rede de pesca e 17 anzóis de galho.

Miranda

A Polícia Militar Ambiental de Miranda fiscaliza o rio Miranda e afluentes e fiscalizou até o momento 10 pesqueiros, 49 embarcações com 87 pessoas desenvolvendo pesca amadora e profissional e todos pescavam legalmente. Durante os trabalhos, as equipes retiraram e apreenderam 59 anzóis de galho e dois espinheis (cordas) com 15 anzóis cada um (petrechos ilegais)

Também no rio Miranda, Policiais do Grupamento do Distrito de Águas do Miranda, conhecido como Km 21, no município de Bonito fiscalizaram até o momento sete pesqueiros, 12 embarcações de pesca amadora, 28 pescadores amadores e três pescadores profissionais e todos estavam pescando legalmente com suas respectivas autorizações ambientais de pesca. A equipe retirou 21 anzóis de galho do rio.

Fiscalização no rio Miranda na região do Distrito de Águas do Miranda.

Todos os pescadores foram orientados sobre a legislação ambiental sobre pesca em vigor. Os infratores que armaram os petrechos ilegais não foram localizados e nem identificados.

Uma das preocupações da Polícia Militar Ambiental relativamente à pesca predatória é o uso desses tipos de petrechos com grande poder de depredação de cardumes como as redes de pesca, anzóis de galho e espinheis. Dessa forma, a PMA continuará com a fiscalização nos rios para evitar a pesca predatória, evitando que pescadores pratiquem pesca ilegalmente, pela presença das equipes e que armem os petrechos ilegais, ou pelo menos, fazendo a retirada desse material sem que tenham prejudicado os cardumes.

Veja também

Últimas notícias