Paraguai decreta prisão de envolvido em esquema mais de 100 milhões de US$ do narcotráfico

| 11/06/2022
- 11:35
Paraguai decreta prisão de envolvido em esquema mais de 100 milhões de US$ do narcotráfico
Grupos usavam hangar de fachada (Foto: Senad)

O Tribunal Penal de Garantias Especializado em do , decretou nesta sexta-feira (10) a prisão preventiva de José Enrique Gamarra Villalba. Ele é uma das pessoas detidas no âmbito da Operação Ultranza que investiga esquema de lavagem de dinheiro do tráfico internacional de cocaína.

A decisão contra José Enrique Gamarra Villalba, vulgo Pino'i, 31 anos, despachante e gerente de voo no Paraguai, foi decretada juíza Rosarito Montanía.  Segundo informações do Última Hora, o criminoso será encaminhado para a Penitenciária Nacional de Tacumbú.

O Ministério Público afirma que Gamarra Villalba registrou em seu nome bens que teriam sido adquiridos pelo acusado e foragido Gilberto Sandoval, com o dinheiro da atividade ilícita do tráfico de drogas. Nesse sentido, Gamarra ajudou Sandoval a ocultar a origem da fortuna da família do empresário.

Entre os bens levantados pelos agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do Paraguai está um avião Beech 58 twin e também uma fazenda onde funcionava um hangar de fachada. A investigação também revelou a existência de grupos independentes ligados à famílias tradicionais paraguaias, mas atuavam em uma espécie consórcio.

Segundo informações da Senad, no âmbito da Operação Ultranza, foram detectadas três estruturas criminosas, uma delas liderada por Sebastián Marset, outra formada pelos irmãos Insfrán, cujo responsável pelo acordo com Marset era Miguel Ángel Insfrán Galeano, e o núcleo criminoso estrangeiro, na Bolívia, responsável pelo fornecimento da cocaína.

Veja também

Homem saiu correndo pela rua com o corpo em chamas

Últimas notícias