Mulher teria sido morta a tiros por acobertar estupros de marido contra menina de 3 anos

Mentora do crime teria confessado vingança pelos estupros contra a filha
| 09/05/2022
- 18:07
Mulher teria sido morta a tiros por acobertar estupros de marido contra menina de 3 anos
(Foto: MS Todo Dia)

Presa em flagrante, acusada de ser mentora do homicídio de Silvana Inácio Garcia, de 46 anos, além da tentativa de homicídio contra o marido dela, de 55 anos, jovem de 22 anos confessou o crime motivado por vingança. O homem teria estuprado a filha dela, uma menina de 3 anos, em Costa Rica, cidade a 384 quilômetros de Campo Grande.

Segundo o delegado titular da Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica, Caique Ducatti, foi presa a jovem de 22 anos e dois adolescentes, de 16 e 17 anos, apreendidos. Um outro homem que teria participado do crime ainda não foi preso.

Conforme o site MS Todo Dia, o grupo foi até a residência do e um dos jovens, sobrinho dele, o chamou e pediu para usar o banheiro. Neste momento, o sacou a arma e fez os disparos. Depois, entregou a arma para outro envolvido no crime, que atirou novamente contra o homem de 55 anos.

Em seguida, os dois foram até o quarto e mataram Silvana com três tiros. A mãe da menina e suposta mandante do crime teria assistido ao homicídio. Foi relatado à polícia que a criança de 3 anos, que é neta de Silvana, sofria abusos por parte do marido da mulher.

Além disso, Silvana teria acobertado os crimes e pedia para que a criança não contasse nada sobre os abusos. Os adolescentes tiveram o pedido da internação provisória solicitada. O caso agora segue em investigação pela Polícia Civil.

Veja também

Últimas notícias