Megaoperação na fronteira deve mobilizar quase 2 mil policiais brasileiros e paraguaios

Força policiais fazem diligências nos departamentos de Amambay, de Concepción e Canindeyú
| 20/07/2022
- 07:41
Megaoperação na fronteira deve mobilizar quase 2 mil policiais brasileiros e paraguaios
Vigilância continua reforçada na fronteira (Foto: FTC/Divulgação)

Nos próximos dias 1.800 policiais de diversas forças, tanto do quanto do Paraguai participam de megaoperação na região de fronteira. O foco principal é a cidade de Pedro Juan Caballero, conforme estratégias discutidas entre os dois países em Ponta Porã que sediou um encontro nesta terça-feira (19).

A ação conjunta consiste na coordenação da Operação Ágata, do lado brasileiro e da Operação BASALTO , em território paraguaio e envolve órgãos brasileiros como o Ministério da Defesa, o Ministério da e Segurança Pública e o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

Já em relação ao envolvimento do paraguai, a ação também conta com o Ministério da Defesa, Forças Militares,  Estado-Maior Conjunto, Ministério do Interior e Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), além da Polícia Nacional e a Unidade Interinstitucional de Combate ao Contrabando.

De acordo com o ministro do Interior, Federico González, os trabalhos acontecem até o final do mês e serão acompanhados pelas forças policiais brasileiras e além de ter Pedro Juan Caballero, que recebeu ameaça de membros do crime organizado, envolvem ainda os departamentos de Concepción e Canindeyú.

Veja também

Campo-grandense é preso com 16 quilos de skank em Ponta Porã nesta sexta-feira (12) pela...

Últimas notícias