Idosa com carro ‘estragado’ é abordada na rua por golpistas e perde R$ 9,3 mil

| 08/04/2022
- 01:20
Idosa com carro ‘estragado’ é abordada na rua por golpistas e perde R$ 9,3 mil
Modelo do veículo em que estava a vítima (Foto meramente ilustrativa)

Uma idosa de 76 anos foi abordado na rua por golpistas que diziam que o carro dela estava estragado e perdeu R$ 9,6 mil, nesta quinta-feira (07), em Campo Grande. A vítima disse na delegacia, que saiu por volta de 12h30 de um supermercado na Rua Joaquim Murtinho e, ao sair do estacionamento, com seu veículo, um Volkswagen T-Cross, ouviu um barulho forte vindo aparentemente da parte debaixo do carro.

Neste momento, passou um motocicleta próximo e disse para a vítima que havia óleo pingando sob o veículo. Ela então estacionou o carro na lateral do supermercado, na Rua Castro Alves.

O golpista então foi até à idosa e falou que era funcionário de uma montadora de veículos, inclusive estava uniformizado com uma camisa azul, crachá e calça jeans. Ele tem cabelo curto, bem cortado e é moreno, consta no boletim de ocorrência

Ele então disse que iria olhar embaixo do veículo para verificar se havia algum problema. Após a “vistoria”, ele contou que uma peça havia quebrado e por isso vazou óleo. Inclusive a vítima viu que havia óleo na parte frontal do veículo, no para-choque.

O estelionatário argumentou que a peça deveria ser trocada de imediato, pois se ela transitasse, o veículo iria estragar ainda mais. O autor então chamou um comparsa ao local, que se apresentou à vítima como mecânico. Inclusive ele vestia jaleco com uma targeta com nome de uma empresa especializada em produtos automotivos.

O falso mecânico chegou com a peça, dizendo que ela custaria apenas R$ 30. Ele entrou debaixo do carro, fingiu que fez o reparo e apresentou a suposta peça estragada. O “mecânico” ainda disse que tinha que levar a peça estragada onde trabalha, para justificar o serviço.

Após a suposta troca da peça, o autor que fez a primeira abordagem junto à vítima, pegou uma maquininha e a vítima deu seu cartão da para ele passar.

Ele passou duas vezes, com alegação de que o cartão não estava passando. O autor então solicitou outro cartão, quando a idosa pegou seu cartão do e entregou para passar. Após digitar a senha, supostamente a compra foi autorizada, a vítima acreditou que estava tudo certo e ambos foram embora.

Depois, a idosa levou seu veículo até a concessionária, e informou o ocorrido. O carro foi vistoriado por um técnico da concessionária, que constatou que a peça que estava no veículo ainda era a original, não houve vazamento de óleo e nem troca de peça. No local, ela foi alertada que foi vítima de uma fraude. Ainda quando estava na concessionária, ela verificou o celular, e viu que tinha mensagens sobre compras lançadas.

Depois a vítima foi ao Bradesco, e, quando entregou seu cartão à gerente, foi constatado que o cartão em posse dela, não era o seu, estava em nome de outra mulher, pois o estelionatário trocou os cartões no momento do golpe.

Ao fazer o registro de ocorrência na delegacia, ela relatou que a maquinha, onde passou os cartões, tinha o visor com uma tarjeta, que não possibilitava ver o valor digitado. Ela chegou a questionar o golpista sobre a tarjeta e ele falou que era para realização de aproximação do cartão.

O autor inclusive chegou a manusear o celular da vítima, dizendo que iria configurar o veículo ao celular. Em relação a casos de golpes, as autoridades sempre fazem alertas . Em caso de circunstâncias parecidas, entrar em contato com alguma pessoa confiável e ficar atento com abordagens de desconhecidos, principalmente em locais ermos e acionar a polícia pelo 190, se necessário. O caso foi registrado como estelionato contra idoso.

Veja também

Joe ainda falou que dono do lava jato mandava vídeos atirando dizendo que as balas eram para ele

Últimas notícias