Homem que matou idoso a tiros após pegar dinheiro emprestado tem prisão mantida

Ele foi flagrado com arma de fogo
| 01/07/2022
- 15:20
Homem que matou idoso a tiros após pegar dinheiro emprestado tem prisão mantida
Casa onde idoso foi encontrado morto

Homem de 37 anos detido em pelo assassinato de Wilson Pereira de Souza, de 63 anos, teve a prisão preventiva decretada nesta sexta-feira (1º). Wilson foi morto a tiros em casa, no Jardim Centenário, na noite da última quarta-feira (29).

Em audiência de custódia, foi decretada a prisão preventiva do acusado do assassinato. Ele chegou a confessar o crime aos policiais no momento da prisão, mas na permaneceu em silêncio durante o interrogatório.

Prisão em flagrante

Segundo o delegado Roberto Guimarães, da Defurv (Delegacia Especializada de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos), o autor do crime tem passagens por porte ilegal de arma e agressão. Quando preso, ele chegou a revelar que tinha pegado dinheiro emprestado com Wilson e, como garantia, deixou o Gol vermelho.

Na manhã de quinta-feira (30), com a informação do roubo do veículo após o assassinato, a Defurv iniciou investigação sob suspeita de latrocínio. O dono do carro foi identificado e equipes acompanhadas do GOI (Grupo de Operações e Investigações) foram até o endereço, uma espetaria no Bairro São Conrado.

Os policiais foram até o estabelecimento, mas não encontraram ninguém. Eles chamaram várias vezes e não foram atendidos. Então, saíram do local e ligaram no telefone do acusado. Ele atendeu e chegou a revelar que estava em casa.

Quando os policiais voltaram ao endereço, encontraram o suspeito já saindo do local. Ele deu respostas desconexas sobre o crime e o carro, com as mesmas características indicadas do que foi levado da casa de Wilson, foi encontrado na espetaria.

Arma de fogo foi encontrada, além de uma caixa de munições. Informalmente, o suspeito confessou o crime e disse que tinha sido ameaçado por Wilson após ter uma discussão, por isso atirou. Já na delegacia, acompanhado de advogados, ele permaneceu em silêncio.

Ele responderá pela posse irregular de arma de fogo, resistência e homicídio qualificado por motivo fútil. 

Vizinho encontrou idoso morto

Wilson trabalhava com guincho e sempre pela manhã já estava acordado. Um vizinho achou estranho o fato do homem não aparecer e foi até a residência, encontrando a vítima morta no local.

Várias cápsulas deflagradas foram encontradas dentro da casa. Vizinhos contaram terem ouvido uma discussão na noite de quarta-feira (29), com um desconhecido.

Veja também

Bandido estava com uma faca e ameaçou a funcionária do supermercado

Últimas notícias