Homem diz ter levado coronhada de PM aposentado após agressão de menino de 13 anos

Militar, no entanto, diz que não deu a coronhada, só um "empurrão"
| 24/04/2022
- 09:22
Homem diz ter levado coronhada de PM aposentado após agressão de menino de 13 anos
Foto tirara pela comunicante no B.O. Imagem mostra o PM aposentado com uma arma na mão (Foto: Arquivo Pessoal)

Um casal do bairro Aero Rancho, em Campo Grande, registrou boletim de ocorrência contra um policial militar aposentado, de 58 anos, e contra a dele, por ameaça e vias de fato (agressão), após eles terem se envolvido em uma confusão por conta do filho das vítimas, de 13 anos, que soltava pipa na rua.

Segundo o boletim de ocorrência, tudo começou quando a criança teria sido insultada e agredida fisicamente pela esposa do policial militar e pelo próprio. O menino soltava pipa na rua onde os envolvidos moram e os supostos autores não teriam gostado do menino ter tentado pular o muro da casa deles para pegar uma pipa.

Em seguida - narra o histórico da ocorrência - a criança teria relatado aos pais o que aconteceu, quando, então, o casal foi até a residência do policial militar e a esposa dele, de 57 anos.

Segundo a versão das vítimas, o pai da criança teria sido recebido já com agressividade e, inclusive, recebeu uma coronhada na barriga. Eles também alegam que o policial militar os ameaçou o tempo todo com uma de fogo na mão. Uma foto tirada pela mãe da criança mostra o PM com a arma.

Já na versão do policial militar e da esposa, também postos no boletim de ocorrência, o fato teria acontecido de forma diferente. Segundo o PM aposentado, ele foi chamado pela esposa para defendê-la de cerca de 15 adolescentes que soltavam pipa na rua.

O policial conta que foi tirar satisfação com os menores, mas que eles não teriam se intimidado e continuaram a proferir xingamentos contra ele. O autor nega que chutou algum dos menores, mas admite em depoimento que empurrou o filho do casal.

O militar aposentado conta, ainda, que logo após a confusão com os menores, várias pessoas foram até a casa dele, incluindo o casal pai da criança, e que ele usou a arma apenas para resguardar sua integridade física.

Veja também

Policiais já teriam tentado evitar a retomada da propriedade

Últimas notícias