Gerente de fazenda foi assassinado por funcionário com a própria arma, diz delegado

| 10/04/2022
- 15:33
Gerente de fazenda foi assassinado por funcionário com a própria arma, diz delegado
Pistola usada no crime foi apreendida. (Foto: Divulgação PC).

Foi identificado como Ivanildo Fai, de 53 anos, o gerente assassinado a tiros por um funcionário na manhã deste domingo (10). O usou a arma de fogo da vítima para cometer o crime que a princípio, seria premeditado. O fato aconteceu em uma propriedade rural de Chapadão do Sul, município distante aproximadamente 420 quilômetros de Campo Grande.

Conforme o Delegado titular da Delegacia de de Chapadão do Sul, Felipe Potter, o suposto autor, identificado como ‘Baiano’ acordou nesta manhã sem apresentar comportamento suspeito. Ele tomou café da manhã no refeitório da fazenda juntamente com a vítima.

Ainda segundo o delegado, o suspeito foi até a cidade e voltou para a propriedade. Ele seguiu até o local que Ivanildo estava e atirou contra o peito do homem. Com a arma em punho dizendo aos demais funcionários que não se aproximassem Baiano despejou um galão de combustível sobre o próprio automóvel, ateando fogo ao veículo em seguida.

Que então foi em direção ao refeitório, ainda com a arma em punho e atirou contra a própria cabeça. O Delegado adianta que Baiano havia subtraído a chave dos tratores da propriedade e cortado os cabos, aparentemente para que ninguém usasse as máquinas para apagar o incêndio.

Mais cedo, o suposto autor também já havia colocado todos os seus pertences no interior do veículo que mais tarde incendiou. A arma encontrada no local junto ao corpo do suspeito é uma pistola Taurus pt-59 calibre 380 de propriedade da vítima.

Conforme a polícia, Ivanildo costumava deixar a arma em locais de fácil acesso. O caso segue sendo investigado.

Veja também

Motorista grávida conduzia Uno e não teve ferimentos

Últimas notícias