Executado no Aero Rancho estava em festa e foi atraído para a rua por dois suspeitos antes de morrer

Jovem de 22 anos teria ido à casa da avó e, ao tentar retornar à festa, foi vítima do atentado. No local, foram localizadas 8 cápsulas de calibre 9 mm no local
| 21/05/2022
- 12:39
Executado no Aero Rancho estava em festa e foi atraído para a rua por dois suspeitos antes de morrer
(Foto: Henrique Arakaki - Jornal Midiamax)

O jovem de 22 anos assassinado neste sábado (21) no Bairro , em Campo Grande, estava em uma de festas e teria sido chamado para fora e foi para a casa dos avós, em seguida duas pessoas que em uma motocicleta Honda Biz branca - suspeitos da autoria da execução - teriam baleado o rapaz diversas vezes. A vítima foi identificada como Rikelmy Lorran Figueiredo Toguiciole.

Segundo o delegado Christian Mollinedo, plantonista da Depac Cepol, foram recolhidas 8 cápsulas de calibre 9 mm no local. Uma testemunha, que estava na rua lateral à Rua Gerbera, onde ocorreu o homicídio, teria visto o momento em que Rikelmy saiu correndo do local após ser atingido, com sangramento na região do tórax. Testemunhas disseram terem ouvido ao menos 15 disparos.

Ainda conforme o relato, Rikelmy teria corrido pela Rua Arquiteto Vila Nova, já baleado, quando entrou na Rua Gerbera, por volta das 11h. Ele teria corrido em direção à propriedade onde estava ocorrendo a festa, que fica próximo a casa dos avós. A vítima caiu ao solo e morreu em seguida.

15 disparos

Testemunhas relataram teriam ouvido pelo menos 15 disparos e que Rikelmy teria voltado de viagem há três dias. Em frente ao local onde a vítima foi morta funciona um comércio de espetinho, e os dois autores estariam em uma motocicleta Honda Biz branca. Ele teve perfurações pelo corpo, no tórax, abdômen, costas e perna.

Conforme testemunhas, a morte do rapaz pode ter relação com a execução de Wanderson Felipe de Souxza Gomes, de 37 anos, ocorrida há exato um mês, no mesmo bairro. O jovem teria postado uma foto com uma mulher, não identificada, nas redes sociais.

Segundo moradores da região, a vítima morava próximo de onde foi morta, e o pai dele teria sido baleado com um tiro no pé na véspera do Dia das Mães. Um amigo do jovem relatou que havia conversado com ele por volta das 3h. "Marcamos de nos encontrar, mas não deu tempo", afirmou. Policiais do GOI (Grupo de Operações e Investigações) e do Batalhão de Choque fazem buscas pelos suspeitos.

Veja também

Um rapaz de 25 anos sofreu uma tentativa de homicídio na noite desta quinta-feira (30)...

Últimas notícias