Ex-lutador é preso por matar empresário a tiros em MS

O crime teria ocorrido por causa de uma dívida
| 26/02/2022
- 04:03
Adão foi assassinado na frente da empresa - (Foto: Sidrolândia News)
Adão foi assassinado na frente da empresa - (Foto: Sidrolândia News)

Ex-lutador de jiu-jitsu e que atualmente atuava como corretor de imóveis, de 33 anos, foi preso pelo assassinato de Adão Renato Martins Terra, de 58 anos, ocorrido no último dia 17 deste mês em Sidrolândia, cidade a 70 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a polícia, policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais), realizaram o cumprimento de um mandado de prisão expedido contra ele. De acordo com informações, Adão era proprietário de uma loja de pneus na cidade e o crime teria ocorrido por causa de uma dívida.

O empresário foi morto a tiros em sua própria loja. Após o crime, o ex-lutador fugiu em um veículo. Ele acabou se apresentando na última quinta-feira (24), mas foi liberado. Após pedido de prisão dado pela Justiça, o suspeito então foi preso nesta sexta.

Veja também

Tudo começou com uma discussão verbal e descambou para uma briga generalizada

Últimas notícias