Dois homens, de 53 e 48 anos, foram presos na noite desta quarta-feira (24) com 82 munições e 47 cartuchos de diversos calibres, no Bairro Jardim Canguru. Além disso, foram encontrados também pólvora, chumbo e espoleta na lanchonete de um deles e nas residências.

Segundo informações da Polícia Militar, eles receberam uma denúncia de tráfico de drogas. Ao chegarem ao local, encontraram os autores conversando, escorados em uma caminhonete Nissan Frontier. No veículo foi encontrado um revólver calibre 22, com seis munições intactas, sobre o banco traseiro.

Abaixo do console foi localizada uma caixa com 44 munições intactas de calibre 22 e mais um pote com cinco munições calibre 357. O autor alegou ser caçador e por isso tinha a arma e as munições. Em relação as de calibre 357, ele afirmou que a arma desse calibre estava em outra residência.

A Força Tática do 10º Batalhão foi acionada, e encontrou outros 45 cartuchos de munições variadas, além de uma caixa de espoleta e três potes de pólvora. Os outros veículos que estavam na residência também foram vistoriados, mas nada foi encontrado.

Já durante vistoria na conveniência do segundo autor, ele afirmou que tinha uma arma de fogo, também calibre 32, encontrada embaixo de um armário, com seis munições intactas e outras quatro no quarto da residência dele. Ele confessou que comprou a arma há cerca de 15 dias e pagou R$ 6 mil, mas não disse quem teria vendido.

Os autores foram presos e encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol. O caso foi registrado como porte ilegal de arma de fogo, posse de arma de uso restrito e comércio ilegal de arma.