Conversas de WhatsApp denunciam padrasto que estuprava menina em Campo Grande

Mãe foi intimada para ir até à delegacia após as denúncias do estupro
| 07/07/2022
- 12:18
Conversas de WhatsApp denunciam padrasto que estuprava menina em Campo Grande
(Reprodução)

Conversas do denunciaram que uma menina de 12 anos era estuprada pelo padrasto de 27 anos, em Campo Grande. A menina conversava com uma amiga relatando os abusos. A Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) investiga o caso.

Nas conversas de WhatsApp, a menina conta que o padrasto passava as mãos no corpo dela, e levava ‘as coisas além’, a garota contava. A amiguinha ainda chega a perguntar se a mãe dela nunca desconfiou, mas a menina diz que não.

Em uma das vezes que o padrasto a estuprou, a mãe estava tomando banho. A denúncia foi feita na delegacia, e a delegada Fernanda Félix teve de intimar a mãe da menina para que ela fosse até a delegacia. 

Na delegacia, a menina contou que mora com a mãe e o padrasto em uma que só tem um quarto e que ela dorme no mesmo cômodo em cama separada. Ela ainda disse que o padrasto se aproveita quando a mãe sai para trabalhar para ir até a sua cama e a estuprar.

A menina ainda disse que há alguns anos chegou a contar para a mãe que o padrasto a estuprava, sendo que a mulher chegou a separar do marido reatando posteriormente. A mãe da menina disse na delegacia que se separou nesta quinta (7) do marido.

O caso é investigado e o homem não foi preso. A menina deve passar por exames de sexologia. 

estupro 1 - Conversas de WhatsApp denunciam padrasto que estuprava menina em Campo Grande

Veja também

Leiturista foi até a delegacia e disse que foi atacado pela cachorra e só se defendeu

Últimas notícias