Com novas investidas em fazendas na fronteira, polícia destrói 30 toneladas de maconha

Durante a ação também foram apreendidas armas de fogo em acampamentos
| 12/04/2022
- 06:34
Com novas investidas em fazendas na fronteira, polícia destrói 30 toneladas de maconha
Agente da Senad queima droga em processo de secagem (Foto: Divulgação)

Em menos de 24 horas agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) do conseguiram desmontar um importante centro de processamento de maconha na área da Colônia Capitán Raúl Ocampos, no departamento de Amambay.

No local funcionava um esquema de produção de drogas em grande escala. Além da destruição de 30 toneladas de maconha que já estavam em final de preparação, foram apreendidas armas de fogo de grosso calibre.

Para chegar ao local preparado pelos narcoprodutores, os agentes percorreram estradas e trilhas de acesso e trânsito difícil até chegarem à área conhecida como Chirigüelo, onde existia centro de produção de maconha composto por cerca de cinco acampamentos.

De acordo com informações da Senad, em relação à linha de processamento de maconha já colhida, foram incinerados 16.500 quilos de maconha que estavam em processo de secagem, 3.900 quilos ensacados, 1.500 quilos da droga picada.

Np entendimento da coordenação da operação, os agentes também concluem que os traficantes prepararam várias toneladas de estoque de maconha por semana para posteriormente enviar para o Brasil, que ainda é considerado o maior consumidor da região.

Veja também

Um motociclista ainda não identificado morreu em um acidente na Avenida Guaicurus em Dourados na...

Últimas notícias