Campo Grande teve em média uma vítima de estupro por dia no primeiro trimestre de 2022

Número ainda é menor do que o mesmo período do ano anterior
| 17/04/2022
- 12:51
Campo Grande teve em média uma vítima de estupro por dia no primeiro trimestre de 2022
(Foto: Henrique Arakaki, Midiamax) - (Henrique Arakaki

Nos primeiros três meses de 2022, Campo Grande registrou 95 casos de estupro, dos quais 72 contra vítimas de 0 a 17 anos e 23 com vítimas a partir de 18 anos. O número foi ainda maior no mesmo período de 2021, quando foram registrados 97 casos contra vítimas abaixo de 17 anos e 25 entre pessoas de 18 anos ou mais.

Conforme os dados da Sejusp-MS (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul), entre os crimes sexuais tiveram aumento os de importunação sexual — entre vítimas de todas as idades — e estupro, com relação às vítimas acima de 18 anos. Os outros crimes, de divulgação de cena de estupro e tentativa de estupro, com vítimas de todas as idades, além do estupro contra pessoas entre 0 e 17 anos tiveram queda ou permaneceram iguais.

Os dados apontam que, de janeiro à março de 2022, foram 51 crimes de importunação sexual registrados contra vítimas menores de idade no Estado — 34 no interior e 17 na Capital — e 88 vítimas acima de 18 anos — 48 no interior e 40 na Capital. Já os crimes de estupro totalizam 287 casos em 2022 — 215 no interior e 72 na Capital — e 78 contra vítimas maiores de idade — 55 no interior e 23 na Capital.

No comparativo, houve redução no registro de casos de estupro com vítimas abaixo de 17 anos, de 28%. Enquanto com vítimas maiores de idade, os casos aumentaram 7%. O crime sexual que mais cresceu no Estado foi o de importunação sexual contra pessoas entre 0 e 17 anos.

crimes sexuais 1 - Campo Grande teve em média uma vítima de estupro por dia no primeiro trimestre de 2022
(Fonte: Coordenadoria de Fiscalização e Controle da Sejusp)

Ainda conforme os dados da Sejusp-MS, foram 44 casos de importunação sexual contra menores no primeiro trimestre de 2021, contra 51 casos em 2022. Em Campo Grande, o número permaneceu o mesmo, 17. Já no interior, em 2021 foram registrados 27 casos nos primeiros três meses do ano, enquanto em 2022 foram 34.

Em números totais, em 2021 os crimes contra vítimas de 0 a 17 anos foram: 202 casos de importunação sexual, 9 de divulgação de cena de estupro, 1.614 de estupro e 58 de tentativa de estupro. Já contra vítimas acima de 18 anos foram: 303 registros por importunação sexual, 97 de divulgação de cena de estupro, 335 de estupro e 78 tentativas de estupro denunciadas.

Os dados têm como base crimes que chegam até a polícia por meio de denúncias, flagrantes, acionamento da Polícia Militar. Casos de crimes contra a mulher podem ser denunciados diretamente via 180, ou mesmo pelo 190. Também podem ser procuradas as Delegacias da Mulher, Delegacias de no Estado e Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).

crimes sexuais comparacao 1 - Campo Grande teve em média uma vítima de estupro por dia no primeiro trimestre de 2022
(Fonte: Coordenadoria de Fiscalização e Controle da Sejusp)

Estupro contra pacientes

Casos de estupro de vulnerável que chocaram Campo Grande foram descobertos em 9 de março deste ano, praticados por um fonoaudiólogo que atendia em uma clínica no Centro. Ao menos 5 vítimas foram identificadas, todos meninos com idades entre 2 e 8 anos, que eram atendidos pelo acusado.

Até o momento, foram instaurados 5 inquéritos contra o fonoaudiólogo. O acusado não confessou nenhum crime nos interrogatórios, mas também não teria negado os fatos. Há suspeita de que ele tenha atendido ao menos 200 crianças no consultório e as famílias são chamadas na para prestarem depoimento.

Veja também

Últimas notícias