A camionete do jovem ferido a tiros na saída de uma boate, no Bairro Amambai, em Campo Grande, passou por perícia na manhã desta quarta-feira (14). A polícia já teria suspeitos do crime. O jovem está internado em estado grave na Santa Casa.

Segundo o delegado Giuliano Biaccio, foi chamado um mecânico para retirar o forro da camionete e ver se algum projétil seria encontrado no carro. Ainda segundo Biaccio, suspeitos para o crime já existem, e a investigação está bem adiantada. 

Biaccio falou que várias testemunhas já foram ouvidas. A advogada da família do jovem, Hérika Rato, disse ao Jornal Midiamax que o rapaz já teria passado por três cirurgias no hospital, saindo do estado gravíssimo para grave.

De acordo com a assessoria da Santa Casa, o paciente segue internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) em estado grave, mas estável, sedado e respirando por ajuda de aparelhos.

Tentativa de homicídio no aniversário

Conforme o boletim de ocorrência registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, houve um tiroteio na frente da casa noturna e os policiais militares identificaram a camionete da vítima. Na Hilux branca, os militares encontraram o jovem de 24 anos, que relatava ter sido ferido a tiros.

O jovem sangrava muito e na camionete também foi encontrado o revólver calibre 38, municiado. Corpo de Bombeiros foi acionado e o jovem foi levado para a Santa Casa de Campo Grande. Amigos da vítima relataram que o rapaz comemorava o aniversário na casa noturna, quando teve uma discussão com desconhecidos.

Celulares, garrafas de bebidas e outros objetos que estavam na camionete foram apreendidos. Na Hilux, foram identificados 7 disparos na lataria e no para-brisa. O caso foi registrado como tentativa de homicídio e ainda porte ilegal de arma de fogo.