Cachorro e dono são atacados por pitbull na Vila Jacy

Vítima teve ferimentos graves e sangramento intenso nas mãos
| 01/03/2022
- 21:44
Mãe da vítima chamou filho ao ver animal sendo atacado.
Mãe da vítima chamou filho ao ver animal sendo atacado. - (Foto: Leonardo de França - Jornal Midiamax)

Proprietário de um foi atacado por na tarde desta terça-feira (1º) na Vila Jacy, em Campo Grande. O cachorro dele também ficou ferido. O homem teve ferimentos graves, com bastante sangramento nas mãos, ao tentar separar seu animal de estimação do pitbull.

Segundo informado pela mãe da vítima, ela e o filho, de 35 anos, estavam no interior da residência quando o vizinho passou com o pitbull na coleira. O animal teria atacado o cachorro da família pelo portão e a mãe gritou para pedir ajuda ao filho. "Volta e meia ele escapa. Não é o primeiro cachorro que ele ataca. O dono tenta segurar, mas não tem força, aí o pitbull foge e morde as pessoas", afirma.

Conforme explicado pelo dono do pitbull, de 50 anos, o animal teria escapado de sua residência, que fica próximo, e não durante o passeio. Ele alegou que o proprietário do cachorro teria colocado a mão na boca do pitbull para salvar o animal dele. "Meu cachorro nunca atacou ninguém, ele é vacinado", alega.

O cão foi levado para receber atendimento veterinário. Já a vítima foi atendida pelo Corpo de Bombeiros.

[Colocar ALT]
Sangue ficou espalhado pela calçada. (Foto: Leonardo de França - Jornal Midiamax)

Multa pode chegar a R$ 15 mil

De acordo com o CCZ, em casos de denúncia de animais soltos são gerados autos de infração, que são analisados pela CJC (Coordenadoria de Julgamento e Consulta). No entanto, a secretaria esclarece que nem toda infração é convertida em multa e que há um trâmite até que haja uma deliberação. Sendo assim, cada caso é analisado individualmente. No ano de 2021, foram expedidos 78 autos de infração por conta de animais soltos ou abandonados. 

Ainda conforme o centro de zoonoses, toda denúncia onde é constatado um auto de infração pode resultar em uma advertência ou até uma multa. Existem vários fatores a serem considerados, como por exemplo, se o animal é de grande porte, se oferece risco em potencial ou é agressor. Em caso de reincidência, a penalidade é agravada. O valor da multa prevista no código sanitário é de R$ 100 a R$ 15 mil. 

Veja também

Apesar do resgate, vítima não conseguiu resistir aos ferimentos

Últimas notícias