Caçadores são presos após abater filhote de capivara em Parque Estadual de MS

| 28/04/2022
- 11:22
Filhote de capivara abatido no barco
Filhote de capivara abatido no barco. (Foto: Divulgação/PMA)

Com um filhote capivara abatida no barco, dois homens, de 34 e 39 anos, foram presos pela PMA (Polícia Militar Ambiental), no Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema, no município de Naviraí, a 364 quilômetros de Campo Grande, além de pescar em local proibido, por ser uma área de preservação.

Segundo a PMA, contando com o apoio dos guardas do parque, os caçadores foram vistos na região com redes de pesca, também proibidas, medindo cerca de 600 metros, além de uma caixa de isopor com pescado das espécies curimbatá e corvina.

Os infratores disseram para a polícia que abateram a capivara com um facão. O barco, o motor, as redes, o pescado, a caixa isotérmica, a capivara e o facão foram apreendidos. Eles foram encaminhados para delegacia, autuados em por crime ambiental. Pagaram R$ 1,2 mil de fiança, cada um, e foram liberados.

Se condenados pelos crimes, poderão pegar pela a pesca de um a três anos de detenção e, pela caça, de seis meses a um ano de detenção. Eles também foram autuados administrativamente e foram multados em um total de R$ 5,5 mil.

Filhote de capivara abatido
(Foto: Divulgação/PMA)

Veja também

Vídeo mostra uma briga generalizada entre alunos de duas escolas estaduais localizadas próximo a região...

Últimas notícias