Brigas e bebedeiras: boate no interior de MS é investigada por autorizar entrada de menores

Conselho Tutelar recebeu várias denúncias de pais e responsáveis alegando falta de fiscalização
| 19/01/2022
- 12:45
Vagas são para o município de Sonora fica no extremo norte de MS
Município de Sonora fica no extremo norte de MS - Divulgação

Uma boate localizada no município de Sonora, distante 351 quilômetros de Campo Grande, é alvo de investigação por permitir a entrada de menores no local. As informações são de que os adolescentes estão expostos ao consumo de bebidas alcoólicas, bem como se envolvem em brigas e outras confusões, trocando agressões físicas e verbais.

Conforme inquérito publicado no Diário Oficial do (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) desta quarta-feira (19), assinado pelo promotor de Justiça Thiago Barile Galvão de França, as investigações tiveram início a partir de denúncias de moradores enviadas, em um primeiro momento, ao Conselho Tutelar daquele município.

As informações são de que pais e responsáveis relataram a ausência de fiscalização dos frequentadores, o que permite a entrada de menores no local. Assim, ficam sujeitos ao consumo de bebidas e brigas que, segundo informado, são constantes. Moradores até planejam colher assinaturas contra a poluição sonora produzida pelo estabelecimento.

Assim, o promotor instaurou inquérito para apurar eventuais irregularidades, na área da infância e juventude, decorrentes do funcionamento da casa noturna, "haja vista serem, em tese, recorrentes os casos de presença indevida de adolescentes em referido estabelecimento noturno, além de histórico de agressões, brigas e tumultos", lê-se no edital.

Veja também

Força-Tarefa inclui o DOF, PM e GCMFron e enterro acontece em Ponta Porã

Últimas notícias