Bombeiros já percorreram mais de 270 km em buscas por idosa que desapareceu em trilha

As áreas de busca equivalem a uma linha reta de mais de 270 km
| 17/01/2022
- 19:48
Buscas iniciaram no dia 9 de janeiro
Buscas iniciaram no dia 9 de janeiro - (Divulgação)

Ainda sem qualquer vestígio de Tânia Bonamigo, de 62 anos, equipes do continuam o nono dia de buscas nesta segunda-feira (17). A idosa desapareceu enquanto fazia uma trilha no dia 9 de janeiro, na região da cachoeira Los Pagos, em São Gabriel do Oeste, a 133 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com as informações repassadas pelo major Fábio, no comando da operação de buscas, a área total de busca registrada é de 270.450 metros. Ou seja, as equipes já percorreram na área, se fosse em uma linha reta, mais de 270 quilômetros em buscas por Tânia.

Ainda segundo o major, nesta segunda foi percorrido um raio de mais de 1,5 quilômetro, dividido em quadrantes. Os militares descartam alguns locais e avançam com os cães de busca e resgate, que também auxiliam no descarte de áreas específicas onde a vítima poderia estar.

O militar pontua que até agora não foi encontrado qualquer vestígio de Tânia.

Equipes com cães e drones

Além dos militares em terra, há também equipes com apoio dos cães e resgate, e especializada em salvamento de altura. Drones com sensores térmicos — que possibilitam buscas no período noturno — auxiliam no resgate, além de dois helicópteros, um cedido pelo Governo de Mato Grosso do Sul, e outro da PRF.

Veja também

Três homens foram executados nos últimos seis dias em Campo Grande

Últimas notícias