Assassino de mãe e filha é expulso do Paraguai e entregue em MS

Antônio ficou oito meses foragido
| 01/02/2022
- 15:13
Assassino de mãe e filha é expulso do Paraguai e entregue em MS
(Divulgação)

Foi entregue à polícia brasileira na manhã desta terça-feira (1º), depois de ser expulso do , Antônio Cezar Cavalheiro Soares, de 39 anos, autor do duplo feminicídio contra mãe e filha, Érika Rodrigues Salomon, 39, e Nahiala Victória Rodrigues, 20, cometido em Ponta Porã, cidade a 313 quilômetros de Campo Grande. 

Antônio foi preso no dia 29 de janeiro, no distrito de Salud Chiriguelo, cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, a aproximadamente 23 quilômetros de Ponta Porã, após ficar oito meses foragido. O procedimento foi realizado na sede do Escritório de Migração do país.

Mãe e filha foram assassinadas no dia 4 de maio de 2021. A técnica de enfermagem, Nahiala  foi morta com três tiros que atingiram a cabeça, no momento em que chegava para trabalhar no da cidade. A mãe, Érika Rodrigues, também foi morta a tiros logo depois, a aproximadamente um quilômetro de distância, em frente de um mercado. Os crimes aconteceram em plena luz do dia.

Um mês antes do crime, Nahiala havia sido agredida com um chute e uma cusparada no rosto. A jovem chegou a acionar a polícia na ocasião. Nahiala então continuou a receber ameaças pelo fato de ir morar na casa da mãe. Antes do crime, o autor também chegou a fugir com o filho do casal, que na época tinha cinco meses. A criança e uma filha adolescente da jovem ficaram com parentes de Nahiala após o crime. Depois do duplo feminicídio, o autor fugiu para o Paraguai.

Veja também

As mercadorias e o veículo foram apreendidos e encaminhados a Receita Federal

Últimas notícias