Polícia

Vinte e um dias após ser flagrado por embriaguez ao volante, condutor volta a ser preso pelo mesmo crime

Avistaram um veículo VW/Golf, de cor prata o qual seu condutor realizava manobras perigosas (zerinho)

Diego Alves Publicado em 25/09/2021, às 00h48

Divulgação, PM
Divulgação, PM

Vinte e um dias após ser preso por embriaguez ao volante e direção perigosa, autor é preso novamente pelo mesmo crime no distrito de Nova Itamarati, em Ponta Porã, cidade a 313 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a polícia, o fato ocorreu na noite desta quinta-feira (23) quando policiais militares do distrito, realizavam rondas pela área urbana do distrito e avistaram um veículo VW/Golf, de cor prata o qual seu condutor realizava manobras perigosas (zerinho) em frente a uma lanchonete.

Os policiais, então, deram ordem de parada ao condutor o qual desobedeceu à ordem legal emanada pelas autoridades e empreendeu fuga em alta velocidade, parando o veículo em frente à sua residência.

Ainda de acordo com a polícia, o autor desceu do veículo apresentando sinais visíveis de embriaguez (apresentava-se cambaleante e falando alto com frases dispersas) e, então, os policiais deram ordem para que o mesmo pusesse as mãos na cabeça, no entanto, mais uma vez, o mesmo desobedeceu às ordens policiais. Em seguida, o autor tentou fugir do local, sendo necessário o uso progressivo da força para contê-lo e, durante a ação, a genitora do autor e outros familiares que se encontravam no local, cercaram os policiais na tentativa de impedir que levassem o autor à delegacia.

Após detido, o autor foi encaminhado ao Primeiro Distrito Policial e seu veículo foi removido ao pátio do Detran, sendo confeccionadas as multas referentes à direção perigosa e à embriaguez ao volante. Ainda, o autor foi convidado a efetuar o teste de alcoolemia, porém, se recusou a fazê-lo e, desta maneira, foi lavrado o Termo de Constatação de Alteração da Capacidade Psicomotora.

A Polícia Militar do Distrito de Nova Itamarati já havia realizado a prisão deste mesmo indivíduo no dia 03 de Setembro de 2021 por ter cometido o mesmo fato, nesse mesmo local. E hoje, passados somente 21 dias, o autor foi detido novamente cometendo o mesmo crime.

Jornal Midiamax