Vice-prefeito de Aquidauana é agredido por ‘desafeto’ em bar próximo a hospital

O vice-prefeito de Aquidauana, Joaquim Passos da Silva Neto (PP), foi vítima de agressão na tarde do último sábado (13), em um local conhecido como Bar da Sogra, na esquina da Rua Manoel Paes de Barros, no centro de  em Aquidauana, a cerca de 145 km de Campo Grande. O autor das agressões seria um […]
| 16/03/2021
- 14:14
Vice-prefeito de Aquidauana é agredido por ‘desafeto’ em bar próximo a hospital
Vice-prefeito de Aquidauana, Joaquim Passos (PP) | Foto: Reprodução - Vice-prefeito de Aquidauana, Joaquim Passos (PP) | Foto: Reprodução

O vice-prefeito de , Joaquim Passos da Silva Neto (PP), foi vítima de agressão na tarde do último sábado (13), em um local conhecido como Bar da Sogra, na esquina da Rua Manoel Paes de Barros, no centro de  em Aquidauana, a cerca de 145 km de Campo Grande. O autor das agressões seria um homem identificado como Tuca Toledo, antigo desafeto do vice-prefeito.

Conforme apurado pela reportagem, a ocorreu após Passos, que estava passando em frente ao referido bar, ser acionado por populares. O vice-prefeito, então, desceu de seu veículo e enquanto tirava selfies, teria sido surpreendido com golpes e chutes pelas costas, desferidos por Tuca Toledo e mais um outro indivíduo. O vice-prefeito tentou revidar, mas foi apenas agredido. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa na Delegacia de Aquidauana.

“Eu estava andando com minha esposa e ai tinha um pessoal no bar. Passei em frente e me chamaram. Como sou conhecido, dei a volta, parei o veículo e fui cumprimentar o pessoal. Minha esposa ficou no carro.  Quando to tirando foto, chega um cara me dando soco pelas costas e o outro me deu uma gravata, um mata-leão”, relatou ao Jornal Midiamax.

Passos afirmou, porém, que não estava bebendo no bar, mas que parou apenas para cumprimentar populares. “Sou nascido e criado em Aquidauana, conheço muita gente, e sou vice-prefeito. Eu não estava bebendo. Não sentei em nenhuma mesa. Ia passando e fui chamado. Minha esposa ficou dentro do veículo, eu fui só cumprimentar a população”, destacou.

Sobre o autor das agressões, o vice-prefeito confirmou que já havia registrado boletim de ocorrência em 2015, por tentativa de agressão.

Vale lembrar que o local da ocorrência, conhecido como Bar da Sogra, fica nas imediações da entrada da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Regional de Aquidauana. A cidade já contabiliza cerca de 3,5 mil casos confirmados de covid, com 90 mortes, segundo dados da prefeitura na última segunda-feira (15). São 5 pacientes internados na UTI e 9 em leitos clínicos.

* Atualizada às 10h38 para acréscimo de informação

Veja também

Últimas notícias