Polícia

‘Vai procurar um p* pra sentar’, confusão em mercado acaba na delegacia em Campo Grande

Gerente do mercado nega que tenha desferido palavras de baixo calão contra a enfermeira

Thatiana Melo e Gabriel Neves Publicado em 09/09/2021, às 12h06

None
(Henrique Arakaki, Midiamax)

O socorro a uma pessoa que passava mal em um supermercado de Campo Grande, na manhã desta quinta-feira (9), acabou em barraco e registro de boletim de ocorrência na delegacia. O gerente do mercado teria desferido palavras de baixo calão, segundo a enfermeira.

A enfermeira contou ao Jornal Midiamax que estava indo trabalhar quando resolver passar antes em um supermercado para comprar algo para comer, momento em que estava na fila e viu quando um homem passou mal dentro do estabelecimento, sendo socorrido por clientes.

Após pagar sua compra, a enfermeira teria ido até onde estava o homem para ver se precisava de alguma coisa quando sugeriu para o gerente que chamasse o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas, segundo a mulher, ele teria se negado.

Conforme a enfermeira, o gerente teria dito que não precisava chamar o socorro e que era para acabar logo com a confusão. Ela contou que neste momento o gerente disse, “vai procurar um p* para sentar”, nisso a mulher acionou a polícia.

Mas, o gerente negou os fatos e disse que nunca usou palavras de baixo calão muito menos com clientes, e que o próprio homem que passou mal no mercado havia dispensado o socorro, afirmando que queria ir para a casa. Todos foram para a delegacia.

Jornal Midiamax