Polícia

Uma semana após apreensão recorde, Polícia Militar Rodoviária completa 35 anos de história

O primeiro pelotão foi ativado pelo coronel Orivaldo Cardoso Filho, no dia 17 de julho de 1986

Renan Nucci Publicado em 17/07/2021, às 08h27

Apreensão recorde de 36 toneladas realizada na semana passada
Apreensão recorde de 36 toneladas realizada na semana passada - Divulgação

Responsável pela maior apreensão de drogas do Brasil, o Batalhão da Polícia Militar Rodoviária de Mato Grosso do Sul comemora, neste sábado (17), 35 anos de criação. A unidade tem a tarefa de fiscalizar 141 rodovias e estradas, promovendo ações de combate à criminalidade e de segurança no trânsito.

O primeiro pelotão foi ativado pelo coronel Orivaldo Cardoso Filho, no dia 17 de julho de 1986, tendo o total de 35 policiais comandados pelo então primeiro-tenente Cícero Cândido da Costa. No entanto, o processo de criação data desde 1981, quando foi firmado convênio para início do policiamento rodoviário no Estado.

“Em 08 de julho de 2002, a Companhia Independente [como era inicialmente chamada a unidade] foi transformada em Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, através do Decreto Estadual nº 10.848. O BPMrv é uma unidade eminentemente operacional e está subordinado ao Comando de Policiamento Especializado (CPE)”. 

O atual comandante é o tenente-coronel Wilmar Fernandes. “É um grande orgulho poder comemorar mais um ano do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, produzindo seus melhores resultados históricos, em prol não somente da sociedade sul-mato-grossense, mas de toda sociedade brasileira, pois entendemos que proteger nossas fronteiras é defender o país”, afirmou.

O Batalhão fez recentemente a maior apreensão de maconha da história do Brasil. No dia 10 de julho de 2021, foram apreendidas 36,5 toneladas de entorpecentes. Somente nestes últimos três anos, a Polícia Militar Rodoviária já apreendeu mais de 333,5 toneladas de drogas e 5,5 milhões de maços de cigarros.

Jornal Midiamax