Polícia

Um mês após execução de ‘Chicharô’, ex-funcionário é morto na fronteira

Ele foi assassinado por pistoleiros

Renata Portela Publicado em 09/09/2021, às 17h51

Vítima foi morta a tiros
Vítima foi morta a tiros - (Foto: ABC Color)

Nesta quinta-feira (9), Elio Amarilla Leiva, de 32 anos, que seria ex-funcionário de Carlos Rubén Sánchez, o Chicharô, foi assassinado no Paraguai, nas proximidades da fronteira com Coronel Sapucaia, que fica a 380 quilômetros de Campo Grande. Os atiradores estariam em uma camionete.

A princípio, quatro homens armados executaram a vítima e fugiram na camionete Nissan Frontier verde. Momentos depois, o veículo foi encontrado carbonizado, ainda nas proximidades do local da execução.

Conforme o site ABC Color, Elio seria ex-funcionário de Chicharô, executado em agosto deste anoapós um grupo fortemente armado invadir a residência, se passando por policiais.

Jornal Midiamax