Polícia

Preso por venda de Jeep roubado era membro de quadrilha especialista em clonar carros

Jeep foi avaliado em R$ 90 mil e foi vendido para uma mulher por R$ 25 mil

Thatiana Melo Publicado em 13/04/2021, às 12h39

None
(Divulgação PM)

O homem preso por equipes do Batalhão de Choque na noite desta segunda-feira (12), em Campo Grande, no bairro Vila Nossa Senhora das Graças que havia vendido um Jeep Compass para uma mulher pelo valor de R$ 25 mil era membro de uma quadrilha especializada em clonar veículos e revender os carros.

A polícia chegou até o membro da quadrilha depois de abordar a mulher de 42 anos, no bairro Mata do Segredo conduzindo o Jeep. Foi constatado pelos militares que se tratava de um clone. Ela contou que o carro havia sido comprado pelo valor de R$ 25 mil dando o endereço do homem que vendeu o veículo para ela. O veículo foi avaliado em R$ 90 mil.

O Jeep havia sido roubado no estado de São Paulo. O autor foi encontrado em sua casa no bairro Vila Nossa Senhora das Graças onde os policiais por volta das 22 horas desta segunda (12) localizaram uma camionete Ford Ranger no estacionamento do condomínio, mas ele negou que o carro seria seu sendo entregue pela sua esposa que confirmou que a camionete pertencia a ele.

O homem acabou confessando que fazia parte de um grupo de WhatsApp de venda de carros com restrições de documentos, mas os dois veículos que estavam em seu poder, sendo um deles vendido, tinham sido roubados no estado de São Paulo. Ele foi preso em flagrante e levado para a delegacia.

Jornal Midiamax