Polícia

Presa dupla suspeita de matar rapaz com tiro na cabeça durante assalto em MS

Vítima chegou a ser socorrida e não resistiu

Renata Portela Publicado em 04/05/2021, às 12h50

Moto usada no crime também foi apreendida
Moto usada no crime também foi apreendida - (Foto: Diário Corumbaense)

Nesta terça-feira (4), foram presos dois rapazes, de 21 e 23 anos, suspeitos de serem autores do latrocínio que vitimou Alexandre Moura de Campos, de 18 anos, em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. O crime aconteceu na madrugada de 23 de abril e a vítima morreu no hospital dois dias depois.

Conforme os delegados Nicson Lenon Cruz Galisa e Jhonny Garcia Trindade Monteiro, que atuam nas investigações, os suspeitos foram presos na região central de Corumbá. Além disso, a identificação da dupla só foi possível pelas imagens de câmeras de segurança nas proximidades do local do crime.

Segundo relato ao jornal Diário Corumbaense, a polícia conseguiu as imagens de momentos antes da dupla praticar o crime. A partir daí, foi traçado o caminho feito pelos suspeitos e uma câmera de segurança com boa resolução conseguiu captar as características da moto usada pelos bandidos.

Inicialmente o veículo não pode ser identificado por testemunhas, já que os suspeitos usaram uma sacola para tampar a placa, dificultando as investigações. O rapaz de 21 anos foi ouvido na segunda-feira (3) e liberado, mas depois foi expedido mandado de prisão contra ele e o comparsa. No momento em que foi detido, o suspeito de 21 anos já estava de malas prontas, indicando que fugiria.

A motocicleta usada no crime também foi apreendida.

Latrocínio

Em depoimento, o rapaz de 23 anos relatou que estaria na garupa e foi o autor do tiro que vitimou Alexandre, enquanto o mais novo pilotava a moto. Em relato, eles contaram que a intenção do roubo era juntar dinheiro para comprar roupas. A dupla rodava pela cidade com a moto quando viu os dois jovens parados, sendo que Alexandre estava de costas para a rua.

Ao ouvir o anúncio do assalto, a vítima teria feito movimento brusco, quando o garupa atirou e atingiu a cabeça de Alexandre, que não portava qualquer arma. O rapaz de 21 anos confessou que o celular da vítima foi roubado, mas o fato ainda é investigado. A dupla responderá pelo roubo seguido de morte, latrocínio.

A arma usada no crime não foi apreendida, mas segundo a dupla teria sido emprestada para o crime.

Jornal Midiamax