Polícia

Policiais foram mortos com mais de 30 tiros em ataque na fronteira

Policiais foram cercados por cerca de 12 homens armados

Thatiana Melo Publicado em 04/08/2021, às 09h07

None
(Foto: ABC Color)

Os policiais paraguaios mortos em um ataque na noite desta terça-feira (3), o suboficial Dionísio Aválos Pereira, de 44 anos, o suboficial Odélio Insaurralde Rodrigues, de 37 anos, e o guarda de segurança Leonido Medina, foram assassinados com mais de 30 tiros de diversos calibres.

O ataque aconteceu na zona rural do Distrito de San Alfredo, em Concepcion, por volta das 22 horas desta terça (3), quando os policiais foram cercados por cerca de 12 homens, próximo à estância San Fernando do ex-presidente e empresário Horácio Cartes.

Segundo o site ABC Color, o comissário da polícia paraguaia disse acreditar que os criminosos estariam tentando assaltar a propriedade quando se depararam com a viatura que fazia a patrulha na região. O comissário ainda disse que os policiais em nenhum momento pediram ajuda. “Uma das hipóteses é que estavam tentando fazer a retirada, e não ouvimos nenhum pedido de ajuda”, disse.

Três fuzis dos policiais foram levados pelos criminosos. Na semana passada, três integrantes da FTC (Força Tarefa Conjunta) foram mortos em um ataque, que usou cerca de 15 quilos de explosivos.

Jornal Midiamax