Polícia

Polícia vai atender mulher agredida por marido e filha conta sobre estupro de padrasto

Jovem foi estuprada dos 8 aos 16 anos

Thatiana Melo e Dayene Paz Publicado em 16/04/2021, às 10h23

None
(Henrique Arakaki, Midiamax)

Ao atenderam um caso de violência doméstica na noite desta quinta-feira (15), em um assentamento a 20 quilômetros de Campo Grande, policiais militares acabaram descobrindo que uma jovem de 18 anos havia sido estuprada por cerca de oito anos pelo seu padrasto de 47 anos.

Os policiais foram acionados para o local por volta das 22 horas desta quinta (15), quando foram informados de que na casa um homem estava agredindo a sua esposa de 61 anos. Ao chegarem a residência, a jovem que é enteada do autor contou sobre os abusos.

Ela disse que desde os 8 anos até os seus 16 anos foi estuprada pelo padrasto e que não havia revelado os crimes por que tinha medo do homem, que fazia ameaças de morte a ela. A vítima era obrigada a praticar atos libidinosos com o homem.

A jovem ainda disse que por causa dos abusos teve muitos problemas psicológicos chegando a abandonar os estudos. O homem não foi preso já que não havia flagrante, no caso do estupro que será investigado pela Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).

Já no caso de violência doméstica, a mulher não quis representar contra o marido.

Jornal Midiamax