Polícia

Polícia procura por câmeras e já tem suspeito da morte de jovem assassinada com tiro na cabeça

Karen foi encontrada pelo primo em cima de um colchão

Thatiana Melo e Gabriel Neves Publicado em 04/10/2021, às 11h34

None
(Reprodução)

A polícia da cidade de Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande, procura por câmeras de segurança e já teria um suspeito para o assassinato de Karen Maria Ribeiro Zacarias, de 19 anos, morta com um tiro na cabeça.  

De acordo com informações passadas, a polícia já tem uma linha de investigação, que não foi detalhada para não atrapalhar os trabalhos. Testemunhas começam a ser ouvidas nesta segunda-feira (4).

Um primo de Karen encontrou o corpo ao ir até a casa da vítima no sábado (2). Ele resolveu procurá-la depois que mandou várias mensagens e não recebeu resposta. Ele também contou que o ex-namorado dela, conhecido como Caveira — traficante da cidade —, entrou em contato, afirmando que a jovem não respondia as suas mensagens.

Quando chegou à casa de Karen, o parente a encontrou morta em cima de um colchão, com um ferimento de tiro na têmpora. Havia respingos de sangue na parede. Tios da vítima que moram a uma distância de duas casas disseram que ouviram barulhos que pareciam tiros na sexta-feira (1º).

De acordo com informações policiais, uma amiga da vítima disse que a última vez que se falaram, foi pelo WhatsApp, na noite da sexta.

Jornal Midiamax